fbpx

O melhor que vi entre filmes e séries no primeiro semestre de 2020

É claro que esse é um ano como nenhum outro. Mas, como sempre, gosto de fazer um balanço do que vi de melhor entre filmes, séries, atuações no primeiro semestre. Como a situação é diferente, optei em listar meus destaques sem dividir entre cinema, TV e streaming. Apenas entre filmes e séries, independente da mídia em que foram exibidos. Entre os atores, também destaco algumas atuações que valem o filme/série em que estiveram. Aí vão:

Atores de filmes

Algumas atuações já estiveram na Temporada de Premiações. É o caso de Renée Zellweger, que ganhou todos os prêmios  com Judy, ou Tom Hanks, que é o que salva Um Lindo Dia na Vizinhança. Mas, dos filmes que conseguiram ser lançados no cinema entre a Temporada de Premiações e a pandemia, Margot Robbie e Elisabeth Moss foram as que mais me chamaram a atenção. E, é claro, Hugh Jackman e Allison Janney, imbatíveis no filme da HBO, Má Educação.

Hugh Jackman e Allison Janney – Má Educação

Elisabeth Moss – O Homem Invisivel

Margot Robbie – Aves de Rapina

Renee Zellweger – Judy

Tom Hanks – Um Lindo Dia na Vizinhança

Atores de séries

Não deve existir atriz mais injustiçada na TV do que Melissa McBride, que entra ano, sai ano, arrasa sempre em The Walking Dead. Mas acaba sempre esquecida nas premiações. Merrit Wever e Reese Witherspoon estiveram incríveis em duas séries onde elas eram melhores do que o conteúdo. Mark Ruffalo fez o papel de gêmeos lindamente, enquanto Al Pacino… bem, ele domina qualquer coisa. Mas a grande surpresa foi Dylan McDermott em Hollywood. Quem poderia imaginar que ele conseguiria uma atuação daquelas?

Melissa McBride – The Walking Dead

Merrit Wever – Run

Reese Witherspoon – Little Fires Everywhere

Dylan McDermott – Hollywood

Mark Ruffalo – I Know this much is True

Al Pacino  – Hunters

Filmes

Vários dos filmes estiveram presentes no Oscar, mas só estrearam nos cinemas por aqui em 2020. Por isso, estão entre meus destaques. Fora da Temporada de Premiações, vi ótimos dramas como Luta por Justiça, O Oficial e o Espião, o quase desconhecido Meu nome é Sara, e O preço da Verdade, novamente com Mark Ruffalo. E sem esquecer o filme da HBO, Má Educação.

Má Educação

O Oficial e o Espião

Luta por Justiça

Meu Nome é Sara

O preço da verdade

Jojo Rabbit

O Escândalo

1917

O Caso Richard Jewell

Séries

Eu vi todas as temporadas de Dark na Netflix  somente esse ano. Realmente um marco na história das séries de TV. Ainda na Netflix, amei Kingdom e, é claro, Hollywood, de Ryan Murphy. Que delícia de série! Outra que achei uma graça foi Katy Keene, da HBO. E uma grande – e ótima – surpresa, a série policial australiana Harrow, exibida no AXN e estrelada por Ioan Gruffud.

Hollywood

Dark

Kingdom

Katy Keene

Harrow

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *