fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Séries

O que esperar da 3ª temporada de Dark #sem spoilers

Dark é uma daquelas séries que dão um fôlego especial ao formato. É a primeira produção alemã da Netflix, e foi um incrível sucesso mundial. Em algumas listas acabou sendo votada como a melhor série da história. Depois de duas temporadas, a terceira e última está chegando essa semana. É claro que a data teria que ser especial: 27 de junho, justamente a falada data do apocalipse. Eu já vi (obrigada, hein, Netflix, por me disponibilizar com antecedência!) e aqui está a crítica sem spoilers.

Para quem nunca viu (e vale conhecer), Dark conta a história de quatro diferentes famílias que vivem em uma pequena cidade alemã. Suas vidas pacatas são completamente atormentadas quando duas crianças desaparecem misteriosamente e os segredos obscuros do passado, do presente e do futuro das suas famílias começam a ser desvendados. A crítica das duas primeiras temporadas está aqui.

Se você já viu a série há algum tempo, é bom dar uma relembrada, especialmente no último episódio da segunda temporada. Para quem nãos e lembra, tudo terminou com uma Martha (Lisa Vicari) de outro tempo chegando para levar Jonas (Louis Hofmann) às vésperas do apocalipse.  Quando anunciou a nova temporada, a Netflix já entregou alguns pontos que serão importantes.

A 3ª temporada de Dark

Um dos pontos mais importantes entregues no trailer é a reação de Martha. “Não importa de que época você é, mas de que mundo”. Ou seja, mais coisas para deixar a gente com um nó na cabeça. Aliás, é interessante perceber como Martha se tornou um personagem extremamente importante nesse último ciclo de Dark. Uma grande evolução desde a primeira temporada quando parecia que ela seria somente a namoradinha.

A nova temporada vai responder boa parte das perguntas, e em alguns momentos têm decisões brilhantes sobre o futuro dos personagens, sobre o início de tudo, sobre a importância do amor de Martha e Jonas. Tudo é amarradinho, e isso é o lado bom. Há inclusive algumas histórias que são mais desenvolvidas, como o belo e trágico arco de Katharina (Jordis Triebel). É divertido ver também como eles tiveram que lidar com o fato de que o garotinho Daan Lennard Liebrenz(Mikkel) cresceu – e bastante –  desde o início Mas eu também não pude deixar de sentir que em alguns momentos houve uma certa enrolação. Parece que todos estão andando em círculos, o que diminui um pouco o impacto.

De qualquer maneira, o final é bom, extremamente satisfatório. Deixa claro todos os laços que unem as famílias Nielsen, Kahnwald, Doppler e Tiedemann. Mas como sempre, é bom ter à mão a árvore genealógica de todos. Você vai precisar  – de novo.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Cinema

Sempre digo que a vida real nos apresenta fatos muito mais absurdos do que qualquer roteiro maluco de cinema. Isso fica evidente também em...

Cinema

Quando o primeiro Deadpool estreou lá em 2016, eu fiquei fascinada com seu humor politicamente incorreto. Tanto que o coloquei entre os meus Top...

Streaming

Em 2020, uma semana antes de tudo fechar por causa da pandemia, Aprendiz de Espiã estreou nos cinemas. Não fez um enorme sucesso porque...

Streaming

Há várias boas séries de true crime com atores (não estou falando de documentários) disponíveis no streaming. Entre as melhores estão A Escada (MAX),...

Cinema

Eu acompanhei boa parte da batalha contra o câncer de Shannen Doherty. Ela faleceu no último dia 13, aos 53 anos, vítima da doença...

Você também pode gostar de ler

Streaming

Uma vez eu cheguei a baixar alguns episódios de Bodkin, da Netflix, para assistir no laptop num fim de semana em viagem. Mas acabei...

Streaming

Provavelmente você já ouviu falar da minissérie inglesa Bebê Rena, que está na Netflix. Muita gente tem me perguntado sobre ela nas redes sociais...

Streaming

Sabe aquela situação em que você acompanha filmes e séries que tem uma certa similaridade? Pois foi o que aconteceu com meu amigo José...

Streaming

Há muito tempo, eu assisti o filme clássico francês O Salário do Medo. Dirigido por Henri Georges Clouzot, tinha Yves Montand no papel principal....

Streaming

Um tipo de história que sempre mexe comigo é a de reencontros com amores do passado. Daquele tipo o que poderia ter sido, mas...

Streaming

Eu estava em busca de um filme curtinho, desses de 1h30. E achei Capitã Nova, uma produção holandesa de ficção-científica, disponível na Netflix. Esses...

Streaming

Na época de minha adolescência, como muita gente mais, eu achava Rob Lowe um dos atores mais lindos da época. O primeiro ano do...

Streaming

Um amigo já tinha me avisado sobre esse filme. Mas eu não me lembrava se ele havia falado se era ruim ou bom, rs....