fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

Os 10 melhores filmes de 2021 do Blog de Hollywood

É sempre difícil fazer uma lista de melhores do ano. Você acaba sempre deixando de fora bons filmes. Fora aqueles que você não conseguiu ver. Afinal, é impossível ser definitivo nessas coisas, já que ninguém consegue ver tudo que é produzido. De qualquer maneira, aqui está a minha lista completa de 2021 – o vídeo da semana tem somente os cinco primeiros. Você vai encontrar alguns filmes que não estão presentes em outras listas por aí. E outros, caso de Ataque dos Cães, que provavelmente estão em todas as listas, rsrs.

Mas também não posso deixar de fazer algumas menções especiais. Raya e o último Dragão (Disney Plus) foi a melhor animação de 2021. Lindo, colorido, emocionante, destacando a importância da amizade. Apesar de ter as minhas restrições a Daniel Craig, em 2021, 007 – Sem Tempo para Morrer fechou com chave de ouro uma grande fase de filmes de James Bond. Musicais como Em um Bairro de Nova York ( HBO Max) e Amor Sublime Amor foram sensacionais e quase entraram nos 10 mais. Também foi o caso do audacioso Bela Vingança (Telecine), a biografia As Vidas de Gloria  , (disponível para aluguel ou compra) e o faroeste Vingança e Castigo (Netflix). Já entre os nacionais, o melhor que vi chegou na última semana do ano, Turma da Mônica: Lições. Mas aí vão os 10 vencedores de 2021:

10º –  Tick Tick Boom

Sim, eu gosto de musicais – quem acompanha o Blog sabe bem, rsrs.  O filme da Netflix conta a história real de Jonathan Larson, o autor do musical Rent. Jonathan é um jovem compositor teatral que trabalha como garçom em um restaurante de Nova York. Ele faz isso enquanto tenta criar um grande musical. Dias antes de apresentar um projeto, Jon vive um momento de pura pressão. O filme tem ainda uma presença simplesmente luminosa de Andrew Garfield no papel principal. Pra mim, é facilmente o melhor ator do ano. E ainda alterna a ação com os números musicais de maneira singela. Sunday, que homenageia vários talentos da Broadway, é para ver de joelhos. Está na Netflix.

9º – Druk – Mais uma Rodada

O filme ganhou o Oscar de filme estrangeiro de 2021.  É uma mistura de sátira, crítica social e drama. Em alguns momentos tem até um detalhe que lembra um desenho animado. Na história, um grupo de professores de ensino médio decide testar uma ousada teoria. Segundo ela, as pessoas serão mais felizes e bem-sucedidas vivendo com um pouco de álcool no sangue. Parece a solução perfeita para quebrar o marasmo de seus dias. Só que, claro, nem tudo sai como esperado. Mads Mikkelsen está maravilhoso, e a sequência final é um primor. Disponível atualmente no Telecine.

8º – A Assistente

A Assistente é um filme independente, obviamente feito com poucos recursos. Dirigido e roteirizado pela documentarista Kitty Green, é um dos filmes mais surpreendentes que vi nos últimos tempos. Ele conta a história de  um dia na vida de Jane, assistente júnior de um poderoso magnata do entretenimento. Jane chega de madrugada no escritório, antes de todos. O problema é que conforme ela segue sua rotina diária, começa a perceber algumas coisas. Especialmente todos os abusos que envolvem seu ambiente de trabalho e sua posição profissional. O filme tem um clima opressivo ressaltado com a utilização dos efeitos sonoros. Há pouquíssima trilha sonora, nenhuma enquanto a ação se passa dentro do escritório. E  ainda tem Julia Garner, numa atuação arrebatadora. Disponível na Amazon Prime.

7º – Quanto Vale?

O filme é baseado em fatos reais. Após os ataques de 11 de setembro, o Congresso aponta o advogado Ken Feinberg (Michael Keaton) para determinar como compensar as famílias que sofreram perdas incalculáveis. Ao lado de sua sócia, Camille Biros (Amy Ryan), ele começa a conversar com familiares das vítimas e suas perdas. O filme emociona com os diversos depoimentos. Ele escolhe alguns especiais como os que tem mais relevância. Quanto Custa? é dos mesmos produtores que nos deram Spotlight: Segredos Revelados. Os dois filmes tem um mesmo sentimento. Algo como a busca pela verdade, pelo bem das vítimas, pelo sentimento genuíno. Os dois falam de eventos controversos, e tem grande intensidade. Disponível na Netflix

6º – Algum Lugar Especial

Algum Lugar Especial foi uma bela e terna surpresa.  Ele emociona ao contar uma história simples e especial, baseada em um fato real. John (James Norton) é um limpador de vidros de 35 anos. Ele dedicou sua vida a criar seu filho, Michael, depois que a mãe da criança os deixou. Quando John descobre ter apenas alguns meses de vida, ele tenta encontrar uma solução para Michael. Uma nova família que seja perfeita para ele, e ainda protegê-lo da terrível realidade da situação. É claro que Algum lugar Especial é um drama para aqueles que gostam de filmes calmos, com histórias para chorar. Sim, você vai chorar no final. Mas o filme também passa uma mensagem positiva, que faz com que a gente sinta as mais diversas emoções. E ainda, é obrigatório para pais e filhos! Atualmente disponível somente para aluguel ou compra: Apple TV, Google Play, Looke e Microsoft.

5º – Não Olhe para Cima

O filme provocou um monte de controvérsias no final de 2021, e posições do tipo “ou ama ou odeia”, rsrs. É talvez a comédia mais deprimente que já vi. Mas nem por isso deixa de ser brilhante. Randall Mindy (Leonardo DiCaprio) e Kate Dibiasky (Jennifer Lawrence), fazem uma descoberta surpreendente. Um cometa orbitando dentro do sistema solar que está em rota de colisão direta com a Terra. Com a ajuda do doutor Oglethorpe (Rob Morgan), Kate e Randall embarcam em um tour pela mídia que os leva ao escritório da Presidente Orlean (Meryl Streep) e de seu filho, Jason (Jonah Hill).

Não Olhe para cima vai fazer você rir de forma nervosa, especialmente ao reconhecer tantas situações da vida cotidiana. O número musical de Ariana Grande é um deles! Mas também vai emocionar com o último jantar. O fato do filme dividir a audiência, exatamente como aqueles que estão no filme, é mais uma triste mensagem dos nossos dias! Está na Netflix.

4º – O Último Duelo

O Último Duelo mostra o que teria provocado o duelo entre o cavaleiro Jean de Carrouges e o escudeiro Jaques Le Gris. Este último é acusado de ter estuprado Marguerite, a esposa do cavaleiro. A luta, estabelecida pelo próprio rei da França marca o grande drama de vingança e crime do século XIV. O interessante da produção, é que no estilo de Rashomoon, ele conta as diferentes versões dos três envolvidos. É uma aula de cinema perceber as pequenas – e outras maiores – diferenças entre as versões do três. E ainda uma fotografia toda em tons cinzentos, figurinos maravilhosos, uma trilha potente. O elenco é estelar, Matt Damon, Adam Driver, Ben Affleck.

Mas quem rouba a cena é Jodie Comer, excelente como Marguerite. O filme foi um fracasso de bilheteria de 2021, mas é excepcional, um grande espetáculo.  Eu o vi nos cinemas, mas infelizmente ele ainda não chegou ao streaming. Vai ser preciso esperar para assistir.

3º – Homem-Aranha: Sem Volta para Casa

Maior sucesso da história da Sony, maior bilheteria da história pós-pandemia, o filme é um presente para os fãs de filmes de super-heróis. E especialmente dos filmes do Homem-Aranha. Homem-Aranha: Sem Volta para Casa me fez rir, chorar, pular na cadeira, gritar, e aplaudir no meio de uma cena. O filme começa imediatamente após o final de Homem-Aranha: Longe de Casa, com a revelação para o mundo que Peter Parker é o Homem-Aranha. Os problemas logo começam, não só para Peter como também para MJ e Ned. Isso faz com que Peter procure o Doutor Estranho para que este faça um feitiço para que todos esqueçam que ele é o Homem-Aranha. Mas, é claro, as coisas dão errado.

Há ótimas cenas de ação – a do carro na ponte é muito boa. Há um confronto final que tem momentos inesquecíveis. Tia May (Marisa Tomei) tem um papel importantíssimo. Os diálogos entre Dr. Estranho (Benedict Cumberbatch) e Peter são ótimos, cheios de duplo sentido e ironias. Tanto Peter quanto o Doutor  tomam decisões erradas que resultarão em grandes problemas. E tem participações muito especiais… O filme está nos cinemas.

2º – Ataque dos Cães

Ataque dos Cães vem despontando como um dos grandes favoritos para a Temporada de Premiações 2021/2022 desde quando começou a ser mostrado em Festivais. Foi o melhor filme no Festival de San Sebastian. Jane Campion ganhou o prêmio de direção em Veneza, e Palm Springs. Conta a história de Phil (Benedict Cumberbatch) e George (Jesse Plemons), dois irmãos donos da maior fazenda de Montana. A situação se complica quando George se casa secretamente com a viúva Rose (Kirsten Dunst), que tem um filho que quer ser médico, Peter (Kodi Smit-McPhee).  O centralizador Phil fica revoltado, e fará de tudo para infernizar a vida dos recém-chegados. Já aviso que Ataque dos Cães não é um filme fácil. É árido e perturbador. É percebido por muitos como um faroeste. Mas, na verdade, ele é muito mais um suspense psicológico. Está na Netflix.

1º – Cruella

Talvez muita gente fique surpresa com essa escolha. Cruella, assim como Malévola, é um momento de redenção de uma grande vilã da Disney.  Começa mostrando a infância de uma garota chamada Estella, que sofre uma grande perda. Já adulta, ela é uma jovem vigarista  das ruas de Londres. Inteligente e criativa, está determinada a fazer um nome para si através de seus designs. Junto dela estão seus dois amigos, uma dupla de jovens ladrões eles vivem de pequenos golpes. Mas, um dia, o talento de Estella para a moda chama a atenção da Baronesa Von Hellman. Uma lenda fashion que é devastadoramente chique e, ao mesmo tempo, assustadora. Só que o relacionamento delas desencadeia um curso de eventos e revelações. E estes farão com que Estella abrace seu lado rebelde e se torne a Cruella má, elegante e voltada para a vingança.

A produção é maravilhosa. É claramente visível os ditos 200 milhões que foram gastos em seu orçamento. A cenografia, que recria a Londres dos anos 70. Os figurinos  são de cair o queixo. A trilha sonora tem clássicos da época que dão vontade de sair dançando. E, claro, as duas Emmas brilham! Emma Stone e Emma Thompson tem grande química! É uma delícia ver as duas contracenando. E o filme nos dá várias oportunidades de vê-las arrasarem.  O filme é uma grande produção, deliciosa de ver, com momentos inesquecíveis. O meu melhor filme de 2021 está no Disney Plus.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de ler

Streaming

E como sempre eu resolvi fazer  a minha listinha de melhores do ano. Como eu  também sempre digo, é um lista minha, dos filmes...

Streaming

A semana de Natal tem sempre um monte de grandes lançamentos no cinema e no streaming. Um deles é Matrix Resurrections. Neo, feito por...

Streaming

Muito bom voltar a fazer o vídeo da semana depois da viagem. Perdi alguns filmes como King Richard, mas deu tempo de chegar para...

Cinema

Na manhã de hoje, um pouco antes de ir para a sessão de imprensa de Homem-Aranha: Sem Volta para Casa, li rapidamente que o...

Streaming

Ataque dos Cães vem despontando como um dos grandes favoritos para a Temporada de Premiações desde quando começou a ser mostrado em Festivais. Foi...

Streaming

No início, parecia que Vanessa Hudgens ia ficar estigmatizada para sempre como a garotinha fofa de High School Musical. Mas, ela soube se reinventar....

Séries

O IMDb, a bíblia de todo o cinéfilo, anunciou hoje as 10 séries mais populares do ano. A medida é feita pela número de...

Premiações

Sempre falo que o People’s Choice Awards tem um lugar especial no meu coração já que foi a primeira premiação que estive. E foi...