fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Séries

As melhores séries que vi em 2023

Foram tantas séries que estrearam em 2023, e eu vi tão poucas… Dá até frustração. Mas entre as que vi, fiz aqui a minha listinha das 10 melhores do ano. Meus Top 10 de séries estão aqui (amei todas). Mas, além dessas, há outras que gostei muito. É o caso das novas temporadas de O verão que Mudou Minha Vida (Prime Video), And Just Like That (HBO Max) e Virgin River (Netflix). E também as minisséries Sequestro no Ar (Apple TV Plus) e Círculo Fechado (HBO Max).

10 – 1923 – Paramount Plus

Spinoff da bem-sucedida Yellowstone, apresenta a geração de Duttons liderada pelo patriarca Jacob (Harrison Ford) e pela matriarca Cara (Helen Mirren). A série irá explorar os primeiros anos do século 20 nos Estados Unidos. Era uma época em que pandemias, uma seca histórica, o fim da Lei Seca e a Grande Depressão devastaram o oeste montanhoso, lugar que os Duttons chamam de lar. Harrison Ford e Helen Mirren arrasam.

9 – Daisy Jones and the Six – Prime Video

A série se baseia no livro de mesmo nome escrito por Taylor Jenkins Reid. A trama gira em torno de uma famosa banda de rock dos anos 70, desde sua ascensão meteórica na cena musical de Los Angeles até sua separação inesperada no auge de sua popularidade. A princípio, Daisy (Riley Keough) é uma garota de 18 anos que sempre sonhou em ser uma estrela do rock. Em paralelo, The Six, banda liderada por Billy Dunne (Sam Claflin), começa a encontrar seu lugar em meio a música. Quando o caminho de ambos se cruzam, um produtor percebe o potencial que ambos artistas poderiam ter se unissem forças. A série é produzida pela atriz Reese Witherspoon. A química de Sam Claflin e Riley Keough mantém você envolvido todo o tempo.

8 – Companheiros de Viagem – Paramount Plus

Tudo começa nos anos 50, com a caça às bruxas do mccartismo. Passa pelos movimentos dos direitos negros, e termina com a epidemia da AIDS.  Na história, Matt Bomer interpreta o carismático Hawkins Fuller. Ele mantém uma carreira financeiramente gratificante nos bastidores da política, e principalmente evita envolvimentos emocionais. Só que as coisas mudam quando ele conhece Tim Laughlin (Jonathan Bailey). Este é um jovem cheio de idealismo e fé religiosa, que começa a trabalhar com o senador McCarthy. Eles começam um romance no momento em que McCarthy e Roy Cohn declaram guerra aos “subversivos e desviantes sexuais”. É bom avisar que Companheiros de Viagem tem cenas bem calientes entre os dois. Calientes mesmo! A produção é eficiente, assim como a trilha sonora. Repare nas músicas que tocam ao final de cada episódio, sempre tendo a ver com uma situação da história.

7 – The Crown – Netflix

A última temporada, que estreou em duas partes este ano, mostra Elizabeth tentando entender o seu legado. E também a preparar ainda mais Charles e William para assumirem o trono quando ela se for. Nós acompanhamos todas as fases , todo o caminho, dessa mulher sensacional. O último episódio se passa em 2005. Ou seja 17 anos antes da rainha falecer. O criador da série, Peter Morgan, explicou em entrevista à Variety, que “eu creio que parar quase 20 anos antes do tempo presente é uma coisa digna. Ele adicionou ainda, que com essa decisão, ele mantém a série como “histórica, e não jornalística.” Há uma cena com as três intérpretes da rainha, que é simplesmente sensacional.

6 – Lupin – Netflix

Quem assistiu as duas primeiras, sabe que a ação terminou com Assane em fuga, depois de entregar Hubert Pellegrini. A nova temporada começa mostrando que Assane está escondido em Marselha, e sua mulher e seu filho estão sofrendo por causa  de tudo isso, especialmente por parte da imprensa. É quando ele decide voltar, só que tudo se complica quando descobre que sua mãe, que ele não via há muito tempo, foi raptada. E que os sequestradores exigem que ele roube algumas coisas extremamente valiosas. Para conseguir tudo isso, ele inclusive terá que morrer, trair, e tentar consertar tudo de novo. Tudo ao som de uma trilha sonora genial.

5 – Only Murders in the Building – Star Plus

Entretanto, a terceira temporada não foi tão apaixonante quanto as anteriores. Só que isso não quer dizer que não deu prazer enorme de ver. A temporada anterior terminou com um assassinato no palco de um teatro. A atual começa com o início das investigações do trio feito por Charles (Steve Martin), Oliver (Martin Short) e Mabel (Selena Gomez). Só que eles não estão tão em sintonia desta vez. Oliver está preocupado com o sucesso na Broadway, Charles com o seu romance. E Mabel com um momento de indefinição de vida (sua tia vendeu o apartamento em que ela morava no Arconia). As investigações são meio atrapalhadas – não no bom sentido – por tudo isso. O final do último episódio já anuncia um novo assassinato para ser resolvido na já aprovada quarta temporada da série. E é claro que vou aguardar ansiosamente, né?

4 – A Idade Dourada – HBO Max

a segunda temporada de A Idade Dourada – assim como a primeira –  foi ótima. E deixou um gostinho de “quero mais”. Pra gente se perder num mundo cheio de vestidos luxuosos, namoros rápidos, e muita fofoca. A temporada teve vários arcos de personagens. Bertha (Carrie Coon) se envolveu no principal – a briga das casas de ópera. Foi o melhor de todos, com seus bastidores políticos. E especialmente a guerra entre as famílias tradicionais e o “novo dinheiro” , que chegou a Nova York na época. Outro arco maravilhoso foi o de Ada ( Cynthia Nixon), que finalmente encontrou o amor verdadeiro para perdê-lo tão rapidamente. Foi o responsável pelos momentos mais emocionantes da temporada, especialmente aqueles que envolviam as duas irmãs. Cynthia Nixon e Christine Baranski arrasaram. A Idade Dourada já foi aprovada para um terceira temporada.

3 – Os Bucaneiros – Apple TV Plus

Os Bucaneiros se baseia no romance do mesmo nome de Edith Wharton. A BBC já tinha produzido uma minissérie sobre a história em 1995, com Carla Gugino fazendo o papel principal (infelizmente indisponível no streaming). A nova minissérie tem a mesma luz, as mesmas cores vibrantes de Bridgerton. Tudo começa nos anos 1870, com o casamento de Conchita em Nova York. Ela vai se mudar para Londres após se casar com um lorde, e convida as quatro melhores amigas para visitá-la. Lá elas participarão de eventos, e tentarão encontrar um marido (e um título). O problema é que ao aterrissarem em solo britânico, elas irão se deparar com um choque cultural devido à tradição inglesa da época. E claro, terão várias  situações com amor e paixão envolvidos.

No final, Os Bucaneiros é um pouco de tudo (mas o título deveria ser As Bucaneiras). É para quem gosta de romances históricos, um manifesto feminista sobre amizade, um romance gostoso (ou vários). Especial para quem gosta de música atual, com canções de Taylor Swift, Olivia Rodrigo, entre outras.

2 – Gotas Divinas – Apple TV Plus

A coleção de vinhos mais valiosa do mundo está – literalmente – em jogo entre os dois herdeiros de um famoso enólogo. Camille (Fleur Geffrier) é  a filha do especialista em vinhos Alexandre Léger (o charmoso Stanley Weber, o Conde St. Germain de Outlander). Ela o viu pela última vez aos nove anos, após o divórcio de seus pais. Agora ela é informada sobre sua morte e convocada para a leitura de seu testamento em Tóquio. Lá, ela descobre que pode herdar a preciosa adega do pai, porém terá que  se submeter a três testes de enologia para receber a herança. O problema é que ela possui dois obstáculos. O primeiro é Issei Tomine (Tomohisa Yamashita), o talentoso pupilo de Léger, que está na disputa com ela. E também o fato de que ela não consegue beber uma única dose de álcool sem passar muito mal.

Gotas Divinas é baseada em um mangá que teve enorme sucesso no Japão, inclusive ajudando a aumentar consideravelmente o consumo da bebida por lá. Já aviso que você ficará totalmente envolvido com essa história de quem vai ganhar a disputa. Sim, a gente descobre que degustar um vinho também pode ter elementos de suspense, rs. Na verdade, a história tem todos os elementos de uma novela. Mas tem um cuidado, e um esmero, que com certeza, a transformam num clássico.

1 – Uma Questão de Química – Apple TV Plus

A série de oito episódios se baseia em um livro de autoria de Bonnie Garmus. Elizabeth Zott é uma talentosa química que só quer realizar sua pesquisa em paz. Nos anos 1950, a comunidade científica não tem uma visão muito igualitária dos gêneros. No instituto em que ela trabalha, os homens a silenciam e sabotam diariamente. Parecem todos determinados a ir às últimas consequências para atrapalhar sua carreira. Todos menos um. Calvin Evans, o introvertido e brilhante pesquisador idolatrado no instituto. Entretanto, por um capricho do destino, Elizabeth acaba se tornando a maior estrela do programa de televisão mais visto e adorado dos Estados Unidos, Hora do Jantar.

Uma Questão de Química é uma delícia. Primeiramente, a reconstituição de época é perfeita. O roteiro é sagaz e envolvente. Dá vontade de ficar ainda mais tempo acompanhando a história de Elizabeth. A série deixa tudo com uma mensagem positiva, que vai deixar você com um sorriso nos olhos. Uma Questão de Química é a melhor série do ano!

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Premiações

Acredito que todos esses eventos da Temporada de Premiações precisam se reinventar. O politicamente correto acaba se tornando mais importante do que a melhor...

Moda

Normalmente, eu acho que é no SAG Awards que as atrizes estão mais elegantes. Não foi diferente dessa vez. Claro, há sempre os “erros...

Streaming

Eu tentei ver o primeiro episódio de Glamorous, que está na Netflix, mas achei tudo muito chato. Assim, desisti. Mas o meu amigo José...

Premiações

Neste sábado, dia 24, vai acontecer o SAG Awards 2024. Para quem não sabe, o SAG Awards é o prêmio do Sindicato dos Atores,...

Cinema

Antes da pandemia, em 2019, todo mundo estava falando sobre um “jogo” chamado Baleia Azul. Ele era um conjunto de 50 desafios diários e...

Você também pode gostar de ler

Streaming

Tem muita gente que não curte Carnaval, e gosta de aproveitar esse feriadão para colocar as séries em dia. Se você é desses, aqui...

Streaming

2023 chegou ao fim –  e com momentos marcantes para a indústria do entretenimento como a greve dos atores e roteiristas, que atrasou todo...

Moda

É sempre difícil escolher os looks mais marcantes do ano. Sejam os melhores ou os piores, rsrs. Mas aqui estão os meus preferidos entre...

Séries

Demorou bastante para a segunda temporada de A Idade Dourada chegar ! Mas valeu a espera! O último dos oito episódios chegou a HBO...

Séries

É sempre difícil quando uma série que você acompanha há muito tempo termina. Fica uma sensação de vazio de não poder esperar mais por...

Premiações

E aqui está ele de novo renascido das cinzas. Esse será o primeiro ano que o Globo de Ouro irá acontecer sob uma nova...

Premiações

A Temporada de Premiações já está por aqui. Saiu hoje a lista dos indicados ao prêmios da crítica entre as séries em 2023. The...

Streaming

A Netflix tem algumas coisas imperdíveis nesse mês de dezembro. Tem filme de Oscar, Julia Roberts, o fim de The Crown, e o novo...