fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

Para conhecer As Vidas de Gloria

É claro que me lembro de ouvir falar de Gloria Steinem quando era criança . Ela era aquela que todo mundo cochichava que era “feminista”, como se fosse algo errado. Há pouco tempo, assisti a série Mrs. America (excelente) no Fox Premium. Gloria era uma das personagens , vivida com louvor por Rose Byrne . E agora está disponível nas plataformas digitais para aluguel ou compra As Vidas de Gloria, que conta a história dessa mulher tão importante para a lutas dos direitos civis. É imperdível!

Ele é baseado no best-seller autobiográfico de Gloria, My Life on the Road. Começa com a sua infância com o pai sonhador e a mãe doente. Passa por sua adolescência e os primeiros passos rompendo paradigmas. Depois , concentra-se em sua juventude. Sua viagem para a Índia, que iria marcá-la para sempre. E seu começo e primeiros triunfos no jornalismo. A última fase compreende sua luta pelos direitos das mulheres, o mesmo período abordado em Mrs. America.

Em cada fase, Glória é interpretada por uma atriz diferente. As duas meninas, que fazem Gloria na infância e adolescência são ótimas e conhecidas do público. A pequena Ryan Kiera Armstrong era a Minnie Mae de Anne with an E. Já a jovem Lulu Wilson esteve em Annabelle 2: A Criação do Mal. As duas servem de base para as criações das vencedoras do Oscar Alicia Vikander e Julianne Moore.

A crítica

Toda a história de Gloria é contada pela diretora Julie Taymor (Frida) alternando colorido e preto e branco nas cenas do ônibus. Essas são  a espinha dorsal da história, com as várias Glorias interagindo uma com a outra. Comentando as diversas escolhas feitas durante a vida. Há uma interessante continuidade nas atuações. Estão lá o penteado, a entonação da voz, o óculos, que se tornaram marcas registradas de Gloria. Mas cada uma delas tem uma diferença, um charme, que demonstra o crescimento da personagem. É uma escolha interessante do ponto de vista de narrativa, se diferenciando de outras biografias cinematográficas.

O roteiro é brilhante porque demonstra como cada pessoa que passou pela vida de Gloria ajudou a moldar sua ideologia e proposta de vida. Isso também proporciona a oportunidade de ver grandes atores fazendo participações especiais. Bette Midler é Bella Abzug, e Timothy Hutton faz o pai de Gloria. Ambos estão ótimos. Janelle Monae é Dorothy Pittman Hughes e Lorraine Toussaint está divertidíssima como Flo Kennedy.

E o filme termina com uma aparição de Gloria Steinem, aos 86 anos, e ainda lutando pelos direitos das mulheres. É uma bela e emocionante homenagem. Uma pena que , mesmo depois de 50 anos, ainda seja preciso/necessário lutar pelas mesmas coisas.

As quatro atrizes, com Gloria Steinem e a diretora Julie Taymor

As Vidas de Gloria está disponível para aluguel e compra na Apple TV (iTunes), Google Play, Microsoft Films &TV (Xbox) e PlayStation Store. E somente para aluguel na Looke, SKY, NOW, e Vivo Play.

 

 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de ler

Séries

No ano passado, a Amazon lançou a primeira temporada de Modern Love/Amor Moderno. Tinha oito episódios, cada um contando uma história de amor. Elas...

Cinema

O conceito do homem errado, ou seja, uma pessoa no lugar errado na hora errada, já foi usado em vários clássicos de Hollywood. Hitchcock,...

Streaming

A gente tem uma percepção que o cinema argentino só tem coisa boa. #sóquenão, rs. Hoje estreia nos cinemas o filme Diabo Branco. É...

Cinema

Cada vez mais temos acesso a filmes que mostram para o mundo a situação de racismo dos anos 60 e 70 e ainda usando...

Cinema

Jeffrey Dean Morgan é um daqueles atores que fazem diferença. Costumo dizer que assunto qualquer coisa com ele. Até leitura de lista telefônica. Rsrsrs....

Streaming

Filmes sobre relacionamentos proibidos do passado entre mulheres tvem ganhando cada vez mais espaço no cinema. Recentemente, tivemos o francês Retrato de uma Jovem...

Cinema

Um pouco antes de seu lançamento nos cinemas, Amonite era considerado um daqueles filmes para o Oscar. Especialmente com as  atuações de Kate Winslet...

Cinema

Cidade de Mentiras pode ser visto como um filme maldito. Isso porque ele foi produzido em 2016. E ficou todo esse tempo engavetado. Há...