fbpx

O fracasso monumental do filme de Jem e as Hologramas

Tenho que reconhecer que não me lembro nem da série animada e nem da linha de bonecas da Hasbro, Jem e as Hologramas. Exibida de 1985 a 1988 nos Estados Unidos, a série era sobre a empresaria de música, Jerrica Benton e seu alter-ego Jem, que faz shows com uma banda chamada “As Hologramas”. Aqui no Brasil foi ao ar no SBT e na Fox Kids em momentos diferentes. Seus 65 episódios foram feitos como forma de promover a venda das bonecas no varejo na época.

Aubrey Peebles é Jem no filme

Só que recentemente alguém teve a ideia de reviver a série, desta vez no cinema. Primeiro como uma animação e depois, como ficou no final, num filme live , ou seja com atores em carne e osso. Para o papel principal chamaram Aubrey Peebles, que teve uma presença interessante como a filha de Nicolas Cage em Fúria, e ainda o mocinho vilão de O Garoto da Casa ao Lado, Ryan Guzman, bem como as veteranas Molly Ringwald e Juliette Lewis. Já a história mostra a jornada musical de Jem e suas três irmãs no grupo “As Hologramas”. As quatro aspirantes a cantora tornam-se uma febre mundial quando descobrem que a chave de seus destinos é encontrar o tom de suas próprias vozes.

O trailer já dá uma ideia do visual meio pobrezinho. E acho que ninguém se lembrou do terrível resultado de Josie e as Gatinhas como filme né? Mas o que não poderia ser imaginado é que o filme se tornaria o pior resultado de fim de semana na bilheteria em um filme de um grande estúdio da história. Estreou no 15° lugar, com um resultado de  1.32 milhões de dólares em 2413 salas. Ou seja, um desastre!

O filme está programado para estrear no Brasil em 4 de fevereiro, mas após esse resultado sabe-se lá o que irá acontecer…

Existem 1 comentários

  1. Eu não achei um “fracasso monumental”, é exagero falar isso. Por mais que não seja o tipo de filme que eu goste eu gostei, eu achei que ia ser ruim, mas não foi, é só uma adaptação como varias outras, e adorei as musicas. A unica coisa que não gostei no filme é que o pai deu destaque apenas para a Jem, e não para a outra filha, a Kim. E pelas cenas pós créditos (que até apareceu a Kesha O.o ) parece que deu abertura para uma continuação.

    Resposta
  2. Esse filme foi fracasso em bilheteria pelo simples motivo de não ter relação nenhuma com o desenho (claro, a não ser pelo homônimo). É como aconteceu com o filme He-man; Colocaram o nome do filme no desenho, só e pronto; Ou o roteirista nunca assistiu ao desenho ou só teve autorização pra usar o nome é não o enredo.
    Mas quem assiste ao filme ( que nunca nem ouviu falar do desenho) gosta do filme pq ele não é ruim.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *