fbpx

O programa duplo – e fofo – da Barraca do Beijo

Se você não gosta de comédias românticas fofas, é melhor nem continuar a ler esse texto. Isso porque eu adoro, e me derreto com essas historinhas super doces, onde no final tudo dá certo. A Netflix vem investindo nesse filão já há algum tempo. E vem obtendo ótimos resultados. Não só com o monte de  filmes estrelados por Noah Centineo, mas também com o lindinho A Barraca do Beijo. O primeiro filme foi lançado em 2018, está disponível na Netflix, e vale ser conhecido. E hoje (24) estreia a esperada sequência.

Se você não viu e quer relembrar o primeiro filme, a crítica está aqui. Baseado no livro de Beth Reekles, de 2012, ele começa contando a história de Elle (Joey King) e Lee( Joel Courtney) , que são os melhores amigos desde sempre. Um belo dia, eles têm a inventiva ideia de gerenciar uma barraca do beijo durante um evento da escola. Para fazer da proposta um sucesso, a garota tenta convencer o galã mega popular Noah (Jacob Elordi),  irmão mais velho de Lee, a participar da brincadeira. E, é claro, os dois acabam se apaixonando.

A Barraca do Beijo 2

O primeiro filme termina com Noah indo embora para cursar a universidade em Harvard, depois de um verão totalmente romântico. A ideia é que ele e Elle continuem o namoro mesmo à distância. Bem, quem já fez isso sabe que é uma coisa complicada. E Elle, que está em seu último ano do ensino médio com Lee, terá várias escolhas a fazer. A primeira delas é saber para onde ela irá cursar o universidade. Elle e Lee sempre sonharam em cursar juntos Berkeley, na Califórnia. Por outro lado, Noah quer que ele tente entrar em alguma universidade de Boston, para ficar perto dele.

Então a garota vai ter que descobrir o que realmente quer, levando em conta  que Noah está ficando cada vez mais próximo de uma jovem colega linda e perfeita, Chloe (Maisie Richardson- Sellers, de The Originals). E na escola, Elle ainda começa a desenvolver uma amizade muito especial com o novo lindo do colégio, Marco (Taylor Zakhar-Perez). Isso sem contar a barraca do beijo, um concurso de dança e problemas com a namorada de Lee. Ufa!

A direção e roteiro continuam na mãos de Vince Marcello, responsável pelo primeiro filme. Ou seja, o clima é o mesmo. Com um pouco mais de duas horas, é bem mais longo do que o primeiro filme – dá pra perceber pelo número de coisas que acontece, rs. Mas, se você embarcar na história, nem vai sentir o tempo passar. Elle é uma personagem ótima, e tivemos a sorte dela ter caído nas mãos de uma atriz tão versátil como Joey King. É divertida, apaixonada, determinada. Praticamente todo mundo retorna para essa segunda aventura – até Molly Ringwald como a mãe dos meninos.

E daqui pra frente?

A química de Joey King e Jacob Elordi, continua perfeita, apesar de que os dois se separaram na vida real entre um filme e outro. Dizem até que Zendaya, com quem Jacob trabalhou em Euphoria teria um dedo nessa história! De qualquer maneira, o  filme é uma delícia, e dá vontade de acompanhar mais histórias desses personagens. Bem, o final sugere que essa história pode ser uma trilogia. Será?

The Kissing Booth 2

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *