fbpx

Finalmente está aqui: o final de CSI

 data-srcset

Os fãs esperaram muito tempo por esse momento. Amanhã (21), às 22 horas, o canal AXN  vai exibir o episódio duplo final de CSI. Após 15 anos, a série deu uma lição sobre como terminar bem uma história, dando exatamente  tudo aquilo que aqueles que acompanhavam esperavam. Intitulado Immortality, o episódio foi filmado em 17 dias. Ele foi inicialmente planejado como dois capítulos de uma nova temporada de CSI, mas quando o fim da série foi anunciado, decidiu-se unir os dois e desenvolver um conteúdo exclusivo.

Além de Ted Danson, Jorja Fox e outros do elenco fixo (mas sem Elizabeth Shue e George Eads), Immortality ainda traz grandes favoritos do público da história de sucesso da  série. Melinda Clarke, por exemplo, volta como a inesquecível Lady Heather, além de  Paul Guilfoyle (Jim Brass) e Marg Helgenberger (Catherine Willows). Mas é claro que o motivo de maior celebração é o retorno de William Petersen como Gil Grissom.

Grisson é chamado de volta a Las Vegas depois de uma explosão num cassino, que pertence à família de Catherine. Mas a razão maior é que o crime parece estar ligado à Lady Heather, de quem ele é, digamos, íntimo. Só que isso também vai colocá-lo frente a frente  com Sara Sidle (Jorja Fox), num difícil reencontro depois da separação de ambos. No final, o caso ou quem é o culpado é o que menos importa aqui. O que realmente conquista é a oportunidade de rever (e dizer adeus) a tantos personagens queridos. E como fã, eu adorei.

Com um legado consolidado, CSI foi  responsável por criar um modelo de narrativa que acabou sendo replicado em diversas séries norte-americanas. A rotina dos peritos, as linhas de investigação, a combinação de série policial com ficção científica e a inspiração em casos reais foram alguns dos elementos que fizeram dela uma referência na televisão mundial. Criada por Anthony E. Zuiker, CSI ganhou seis Emmys e acabou gerando três spin-offs: CSI: Miami ( a mais fraca delas), CSI: NY e a mais recente, CSI: Cyber. Essa última, protagonizada  Patricia Arquette, vai ganhar a presença de Ted Danson, que levará o personagem D.B. Russell para o elenco da segunda temporada, programada para estrear no AXN em novembro.

 

 

 style
 style

Existem 1 comentários

  1. Ritade Cassia Duarte dos Santos |

    Sou fã do ator William Petersen e CSI sem ele é igual a Churrasco sem carne vermelha, Moqueca de Peixe sem peixe, Pão de Queijo sem queijo, etc. Assisti algumas temporadas de CSI Las Vegas mas não é o mesmo CSI e confesso que assisto, várias vezes, as temporadas com Grisson. O ator William Petersen faz muita falta nas telas de TV E Cinema.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *