fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Séries

Elogiada pela crítica americana, American Crime estreia no Brasil

A vida de um fã de séries é assim mesmo. Enquanto você começa a acompanhar uma nova e boa série, está também se lamentando por aquela que acabou.  Esta semana, temos os dois casos na TV. Hoje (26), por exemplo, estreia American Crime, que não deve ser confundida com American Crime Story, produzida por Ryan Murphy, e que  vai abordar a história do caso real do assassinato da mulher de O.J. Simpson. Esta aqui é uma história totalmente de ficção, criada por John Ridley, roteirista de 12 anos de Escravidão. Narrada por diversos pontos de vista, a série acompanha a investigação de um assassinato e o julgamento dos acusados, que envolve opinião política, preconceito racial e diferenças de classes. Estreia às 22 horas no AXN.

Tudo começa com um assalto na casa de Matt e Gwen. Matt acaba morto enquanto Gwen está lutando pela vida em um hospital. Os dois são brancos e a investigação policial não demora para achar alguns suspeitos, dois latinos e um negro dependente de drogas. Mas obviamente há muito mais por trás de tudo.

Os pais do casal são uma a atração à parte. Do lado de Matt, Timothy Hutton é Russ, que abandonou a família enquanto Felicity Huffman é Barb, a mãe que foi forçada a cuidar dos filhos sozinha. Aqui, o talento de ambos fica totalmente evidente, especialmente Felicity, que não tenta fazer sua personagem simpática, sendo claramente racista, acreditando que seu filho nunca poderia fazer coisa alguma errada.

Do outro lado, estão W. Earl Brown e Penelope Miller como Tom e Eve, pais de Gwen, que logo acabam descobrindo que a filha não é exatamente o que pensavam. Mas há mais. Benito Martinez é um viúvo mexicano que superprotege seus filhos. E a sempre ótima Regina King é uma mulher que descobre a religião muçulmana  enquanto tem que lidar com seu irmão viciado, que está na prisão.

A série tem 11 episódios e já foi renovada para uma segunda temporada. Está inclusive concorrendo em três categorias no Critics Choice: melhor série limitada, melhor atriz (Felicity Huffman) e melhor ator coadjuvante (Elvis Nolasco).

Uma curiosidade no primeiro episódio de American Crime é que numa determinada cena, a TV está ligada e a cena que está passando é aquela em que Emily (Emily Van Kamp) leva um tiro em Revenge. Nada mais irônico que no Brasil uma série esteja começando enquanto a outra está terminando, já que amanhã, dia 27 será exibido o último episódio de Revenge na Sony, às 21.30.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de ler

Cinema

É claro que me lembro de ouvir falar de Gloria Steinem quando era criança . Ela era aquela que todo mundo cochichava que era...

Séries

Talvez você se lembre da série Leverage. Ela teve cinco temporadas de 2008 a 2012. Contava a história de um ex-agente de seguros, que...

Gossip

O escândalo da venda de vagas em universidades americanas continua. Para saber mais sobre o assunto, clique aqui. E Hollywood está toda a espera...

Gossip

Elas tinham uma carreira e eram reconhecidas pelo público. Só que agora, deverão ir para  a cadeia na vida real pelos erros que cometeram...

Gossip

O “jeitinho” e a corrupção que a gente conhece tão bem por aqui (infelizmente), também existe nos Estados Unidos. E afetou duas conhecidas atrizes...

Séries

A terceira temporada de Riverdale  está prestes a estrear . Ela chega no próximo dia 10 em lançamento simultâneo com os Estados Unidos no...

Séries

Apesar de nunca ter lido um livro de Tom Clancy, assisti a todas as adaptações para o cinema que apresentavam seu personagem mais famoso,...

Séries

O livro A Assombração da Casa da Colina, de Shirley Jackson, foi publicado nos anos 50, e é considerado um dos grandes destaques da...