fbpx

Os dois lados da acusação contra Ansel Elgort

 data-srcset

Sempre quando um ator/atriz é acusado de alguma coisa, eu prefiro esperar até que ele posicione para escrever sobre o assunto. Aprendi  que tudo têm dois lados na vida. Foi assim com Lea Michele e a acusação de maus tratos e racismo. E agora é o caso de Ansel Elgort e a acusação de estupro. Faz dois dias que ele foi acusado, e ontem(20), o ator se posicionou sobre o assunto nas redes sociais. Abaixo você pode ver os dois lados da história:

O lado de “Gabby”

Uma garota chamada Gabby  postou no Twitter que foi abusada pelo ator de A Culpa é das Estrelas e Em Ritmo de Fuga quando tinha 17 anos em 2014. E contou detalhes da história: “Eu fui abusada sexualmente dias depois de completar 17 anos de idade. Ele estava com 20. Ele sabia o que estava fazendo. Eu não estou postando isso para ganhar fama, porque eu simplesmente não me importo com isso. Estou postando para que eu possa finalmente me curar e porque sei que não estou sozinha e ele fez isso com outras garotas. Ansel Elgort abusou sexualmente de mim quando eu tinha 17 anos”.

De acordo com Gabby, tudo começou um contato por meio de mensagens diretas no Instagram, ao que ele enviou o usuário de um perfil particular no Snapchat. “Eu mandei uma DM para ele dois dias antes do meu aniversário de 17 anos e o adicionei no Snapchat. Eu pensei que ele nunca veria minha DM, eu era uma criança e era fã dele”.

Detalhes

Ela ainda deu detalhes de quando os dois tiveram a primeira relação sexual. “Então quando aconteceu, ao invés de me perguntar se eu queria parar de transar já que ele sabia que era minha primeira vez e eu estava soluçando de dor e não queria fazer isso, as únicas palavras dele para mim foram ‘precisamos entrar em você’. Eu não estava lá naquele momento mentalmente. Eu dissociei de mim mesma e senti como se minha mente estivesse distante, eu não podia ir embora, eu tinha 1,57cm e 44kg. Ele me fez pensar que é assim que sexo deveria ser”

Segundo Gabby, ela ficou ainda se perguntando o que tinha feito de errado, e a razão pela qual tinha se sentindo tão usada. “”Anos depois tenho estresse pós-traumático, ataques de pânico, faço terapia. Finalmente estou pronta para falar sobre isso e finalmente posso me curar. Só quero me curar e quero dizer para outras garotas que passaram pela mesma merda que eu que você não está sozinha. É demais pra mim vir aqui e contar minha história, mas sei que é necessário. Tem muito mais na minha história, eu simplesmente não quero postar tudo. Vou postar prints e fotos minhas com ele abaixo”

O lado de Ansel Elgort

Ansel Elgort falou pela primeira vez sobre o assunto em seu Instagram.  Ele negou o crime, confirmou que se relacionou com Gabby, em Nova York, naquele ano. “Tivemos um relacionamento breve, legal e totalmente consensual”.

Tradução

“Eu fiquei angustiado de ver os posts os posts sobre mim  que estiveram circulando nas redes sociais nas últimas 24 horas. Não posso afirmar que entendo os sentimentos de Gabby, mas sua descrição dos eventos não foi o que aconteceu. Eu nunca estuprei e nunca faria isso. O que é verdade é que em 2014 em Nova York, Gabby e eu tivemos uma curta, legal e totalmente consensual relação em Nova York, quando eu tinha 20 anos. Infelizmente eu não levei o rompimento da maneira que deveria. Eu parei de responder para ela, o que foi imaturo e uma coisa cruel para se fazer com alguém. Eu sei que essa desculpa tardia não me absolve do comportamento inaceitável de quando desapareci”.

“Quando olho para trás e vejo minha atitude, fico enojado e muito envergonhado da forma como agi. Eu peço desculpas. Eu sei que preciso continuar a refletir, aprender e trabalhar em minha empatia. ”

Considerações

Em 40 estados americanos, inclusive na cidade de Nova York, pessoas de 17 anos já são consideradas maiores de idade para relacionamentos. Portanto o argumento de pedofilia não se aplica. Em ambos os casos fica claro, que os dois estão sendo assessorados por advogados. Gabby repete várias vezes que era uma criança, que só tinha 17 anos. Ansel também repete que tinha 20 anos e que tudo aconteceu na cidade de Nova York. Caso Gabby queira processar Ansel por estupro, então ficaremos sabendo quem está dizendo a verdade e quem está mentindo.  E só então poderemos condenar um ou outro.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *