fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Séries

A surpreendente reviravolta de The Nevers (#SPOILER)

Eu era uma daquelas pessoas que estava acompanhando The Nevers na HBO basicamente por teimosia. Sim, porque a série vinha sendo muito decepcionante. Com exceção de algum momento ou outro mais  interessante, perseguições e lutas, estava tudo  muito enrolado. Personagens demais faziam que a gente se sentisse perdida com algumas referências.  Fiquei pensando como Joss Whedon teria criado algo tão chato. Sim, ele pode ser um canalha no set, como a gente viu nas histórias de Charisma Carpenter e Gal Gadot, entre outros. Mas eu gosto muito do seu trabalho como diretor, roteirista e criador de séries. Ele sabe contar uma boa história, só que esse não parecia ser o caso de The Nevers.  Mas,  nesse domingo (16) veio o último episódio da primeira parte da primeira temporada. E tudo mudou! Aí vem #spoiler, se não viu o episódio, pare de ler aqui!!

Eu confesso que quando o episódio começou achei que tinha colocado no canal errado. Ou que era o anúncio de uma nova série da HBO. #sóquenão. Era realmente uma explicação sobre a história. Uma forma de entender tudo  – ou quase – o que tinha acontecido até aquele momento. Ao viajar no tempo – do futuro, passado e presente do que vínhamos acompanhando – foi possível entender melhor a situação de Amalia True e de todos os tocados.

Mais #spoilers

O início do episódio que eu não entendi a princípio, mostrava um local do futuro. Totalmente dark e destruído. É chamado de Parte 1. Acompanhamos um grupo de soldados em um tipo de estação científica. E há uma guerra entre os partidários do Free Life e do PDC. Um grupo defende a permanência dos extraterrestres Galanthi, e o outro quer matá-los. É nesse momento que percebemos que uma mulher prisioneira é Amalia. Bem mais velha, mas com os mesmos tiques e visões. Só que ela não é bem Amalia. É uma outra pessoa, que atende pelo codinome de Stripes. Quando essa mulher se mata, a luz azul dos Galanthi a envolve e “sua energia” vai parar no corpo de Amalia do passado.

 

Num outro flashback, a parte 2, acompanhamos a vida dura de Amalia, que era chamada de Molly. Forçada a se casar com um bruto, não consegue ter filhos, tem que cuidar da sogra doente e o marido ainda morre. Não é à toa que lembramos que no primeiro episódio ela tentava se matar. É quando a alma de Stripes acaba no corpo  de Molly/Amalia.

A parte 3 começa com Stripes tentando se adaptar ao corpo de Amalia num hospício. É lá que ela se torna amiga de Sarah (que se transformará em Maladie no futuro). Também é nesse momento que ela inicia o romance com o Dr. Cousens. E quando Lavinia lhe oferece a oportunidade de gerenciar o orfanato.

A parte 4 nos traz para o momento do episódio anterior. Amalia questiona Galanthi a razão de tudo  e tem várias visões. Uma delas inclusive com Myrtle (a garota que fala várias línguas), como se fosse a voz do extraterrestre. De volta ao orfanato, e reunida com todos, Amalia combina com Penance que não irão mais esconder a verdade.

 

No final…

É óbvio que uma grande batalha está por vir. Mas é bom que este útlimo episódio de The Nevers não tenha perdido tempo com o clube de sexo, os políticos chatíssimos. E para quem conhece a obra de Joss Whedon, é só lembrar que ele adora essas reviravoltas, como em O Segredo da Cabana ou ainda na série Dollhouse. A segunda parte da série não terá mais seu envolvimento.  Provavelmente devido às inúmeras acusações de comportamento tóxico. Philippa Goslett será a responsável.  E também não se sabe quando irá estrear, já que as datas foram comprometidas por causa da pandemia. De qualquer maneira, essa mudança completa na história me fez ficar curiosa sobre o que virá a seguir. Para quem quiser conhecer os seis episódios de The Nevers, eles estão disponíveis na HBO Go.

 

 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Cinema

Antes da pandemia, em 2019, todo mundo estava falando sobre um “jogo” chamado Baleia Azul. Ele era um conjunto de 50 desafios diários e...

Cinema

Não tenho grande conhecimento sobre animações japonesas. Nem mesmo as super elogiadas do Studio Ghibli e o diretor premiado Hayao Miyazaki. E confesso que...

Cinema

Michael Mann é um aficionado por corrida de carros. Já tinha produzido o ótimo Ford vs Ferrari ( disponível no Star Plus) . E...

Streaming

Eu tinha muita vontade de gostar da 4ª temporada de True Detective, com o subtítulo de Terra Noturna. Com Jodie Foster no papel principal,...

Premiações

Depois de ver tantas premiações, onde todo mundo escolhe a mesma coisa, é bom ver a opinião do público. neste domingo aconteceu o People’s...

Você também pode gostar de ler

Séries

O dia hoje foi de passar a faca lá em séries lá em Hollywood. Tinha coisa que a gente já esperava, mas também teve...

Streaming

Para quem, como eu, adora os filmes de monstros da Universal dos anos 30 e 40, Lobisomem na Noite (Werewolf by Night) é uma...

Streaming

A Idade Dourada terminou essa semana sua primeira temporada na HBO e HBO Max. Foi um grande prazer de ver. Deve estar presente no...

Streaming

Eu lembro quando a HBO exibiu o primeiro episódio de Euphoria. Foi uma coisa inesperada e chocante. Até escrevi sobre isso na época. Mostrava...

Streaming

Julian Fellowes teve um enorme sucesso com Downton Abbey. A série, que teve seis temporadas, foi a produção mais bem-sucedida do canal inglês PBS....

Gossip

Muito tempo depois, Joss Whedon resolveu responder às acusações do monte de gente com quem trabalhou. Você já leu aqui sobre as acusações de...

Séries

Zendaya é uma daquelas estrelas com uma luz especial que aparecem de vez em quando. Ela começou como atriz de série do canal Disney,...

Moda

A partir de sua parceria com Patricia Field, a responsável pelos figurinos de Sex anda the City, Carrie Bradshaw se tornou um ícone fashion....