fbpx

A difícil decisão dos produtores de Bones

 data-srcset

Como reconhecer qual é o momento em que se deve terminar de contar uma história? Essa decisão se torna mais difícil quando se fala sobre séries de TV. Muitas vezes, os números de audiência são satisfatórios, os fãs continuam apaixonados, pedindo sempre mais, e todos os profissionais envolvidos contam com uma renovação por mais um ano sem se preocupar em encontrar um novo trabalho. Mas e se aquela série, aqueles personagens, já “deram o que tinham que dar”?

Na última semana, as redes sociais comentaram à exaustão o fato de que só teremos mais 13 episódios de Game of Thrones, divididos em duas temporadas. Os fãs protestaram, a imprensa ressaltou como a série continua a crescer não só em audiência, mas também em qualidade, só que os produtores declararam que é importante para eles terminar a história no topo. Esse também foi o argumento do criador de Penny Dreadful, que surpreendeu a todos finalizando a série no último episódio de sua terceira temporada, sem que ninguém suspeitasse. O argumento aqui foi que a trajetória de Vanessa Ives (Eva Green) havia sido completada, portanto não haveria mais o que dizer. Será?

Bones, assim como Castle, tem como tema um casal que investiga crimes. Ambos são exemplos de como a série esgota sua premissa, mas continuar no ar.  A 11ª temporada de Bones começará a ser exibida no canal Fox Life hoje, dia 7, às 22 horas. No final da anterior, até os próprios personagens, Booth e Brennan (David Boreanaz e Emily Deschanel) já demonstravam que começavam a sentir sinais de cansaço. Chegaram até a fazer Booth voltar ao seu vício de jogar, algo que vai contra tudo aquilo que o público esperava de seu herói. O final da temporada parecia um final de série, quando o casal decidiu encerrar seus trabalhos, com uma nova gravidez de Brennan, e a começar de novo com foco na vida e não na morte. Mas aí houve a renovação.

A nova temporada, começa seis meses depois com Booth, Brennan, sua filha Christine e o novo bebê vivendo uma aparente vida dos sonhos, um mundo distante da vida cheia de assassinatos que ambos deixaram para trás.  Mas um caso com vínculos pessoais com o casal, obriga Brennan a se envolver na análise forense dos restos, enquanto que Booth desaparece misteriosamente desatando uma investigação do FBI liderada pelo agente Grace Miller (Kim Raver, de 24 Horas, Grey’s Anatomy e outras).

Além disso, a nova temporada, o mundo dos mortos e os mortos-vivos se encontram em um evento especial de um cruzamento entre Bones e Sleepy Hollow. Uma descoberta de restos humanos, leva Brennan e Booth a busca de pistas, e acabam se  encontrando com Ichabod Crane (Tom Mison) e Abbie Mills (Nicole Beharie), atrás de respostas próprias. Percebendo que todo mundo está atrás da mesma evidência, se unem para resolver o mistério. O estranho nesse caso é que esse crossover de Bones com Sleepy Hollow tem um episódio exibido durante cada série. E a pergunta que não quer calar é quando vão exibir a quarta temporada de Sleepy Hollow para podermos ver a outra parte do crossover? Difícil…

Uma 12ª temporada, mais curta, de Bones, já está confirmada, mas muitos dos fãs que numa determinada época ansiavam pelas aventuras do agente e da cientista, já debandaram para outras séries. Pena! Difícil saber quando uma história deve terminar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *