fbpx

Tudo sobre o acidente de Ashley Judd na África

Ashley Judd já provou que é dura na queda várias vezes no cinema e na TV. É só lembrar de seus personagens em Risco Duplo, ou na série Missing, só pra citar dois. Além disso, na vida real, foi uma das vozes mais contundentes do movimento #MeToo. Mas agora a atriz teve uma experiência realmente assustadora. Ela teve um acidente na África, e machucou gravemente sua perna.

Ashley contou sua experiência  num Instagram Live  com o jornalista do new York Times, Nick Kristof, nessa sexta (12). Ela estava numa excursão numa floresta tropical no Congo. Foi quando ele caiu sobre uma árvore tombada. “Acidentes acontecem. Havia uma árvore caída na trilha, e eu não a vi. E tinha uma  ponta poderosa saindo dela. E eu caí sobre ela. Enquanto estava quebrando minha perna, eu sabia que ela estava quebrada.”

E depois…

Ashley Judd disse que se lembra ter ficado no chão da floresta por cinco horas. E que “urrava como um animal” enquanto era carregada de volta para seu acampamento por seus “irmãos Congoleses”. Segundo a atriz, ela alternava momentos de consciência com desmaios durante a jornada da floresta tropical até a capital, Kinshasa. Ashley disse que se mantinha acordada, recitando partes da bíblia.

Ela foi então levada para a África do Sul, onde foi operada. Na entrevista, Ashley ressaltou que este incidente servou como lembrança do quanto ela é uma pessoa privilegiada. “A diferença entre um congolês e eu é um seguro contra desastres. Isso me permitiu que  55 horas após o meu acidente, eu chegasse a uma mesa de operações na África do Sul.” Ashley está agora se recuperando na África do Sul.

A atriz passa boa parte do ano na África. Dessa vez, ela estava lá por causa de um projeto de pesquisa sobre os bonobos, uma espécie de primaatas que corre o risco de extinção. Seu último papel como atriz foi na série Berlin Station, com Richard Armitage, infelizmente indisponível em streaming atualmente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *