fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

Ela Disse é uma poderosa história real que deve ser vista

Eu adoro filmes sobre grandes investigações jornalísticas. Meu preferido ainda é Spotlight: Segredos Revelados (Star Plus) Mas há outros tantos, como Todos os Homens do Presidente, The Post, Zodíaco, entre outros. E agora, estreia nesta quinta nos cinemas um novo belo exemplo dessa linha. É Ela Disse, que conta a história das jornalistas que investigaram a história do assédio do executivo da Miramax, Harvey Weinstein. E que acabou sendo responsável pela criação do movimento #MeeToo. Vale a pena ver!

O filme segue a história das duas jornalistas do New York Times que mudaram Hollywood. Megan Twohey e Jodi Kantor escreveram uma das histórias mais importantes de uma geração, que quebrou décadas de silêncio em torno do assunto de agressão sexual em Hollywood. Em 2017, a repórter do New York Times Jodi Kantor recebeu uma denúncia de que a atriz Rose McGowan foi abusada sexualmente pelo produtor Harvey Weinstein. McGowan inicialmente se recusa a comentar, mas depois liga de volta para Kantor e descreve um encontro em que Weinstein a estuprou quando ela tinha 23 anos. Kantor também fala com as atrizes Ashley Judd e Gwyneth Paltrow, que descrevem seus próprios encontros sexuais com Weinstein. Entretanto, elas pedem para não serem citadas no artigo por medo de um golpe na carreira. Frustrada com a falta de progresso em sua investigação, Kantor recruta Megan Twohey para ajudar com a matéria.

O que achei?

O filme estava sendo lançado nos cinemas americanos quando eu estava em Nova York. A divulgação foi ótima, as atrizes estavam em todos os programas de entrevistas. Entretanto, Ela Disse foi um grande fracasso por lá. Eu tenho a minha tese sobre a razão. É uma época de festas (época do Thanksgiving). E a maioria das pessoas quer ver filmes leves e até bobinhos. E Ela Disse não tem nada a ver com isso. É um filme difícil. Com um pouco mais de duas horas, é extremamente detalhista sobre o drama dessas duas mulheres em busca da verdade. Chega até a ser exaustivo. Entretanto é um filme forte, sobre como a luta para descobrir a verdade é uma coisa tão intrinsecamente ligada ao jornalismo. E infelizmente em vias de extinção nos dia de hoje.

O que salta aos olhos é que a direção de Maria Schrader é extremamente respeitosa com essas mulheres. Era esperado, afinal uma mulher pode entender situações de assédio pelas quais todas nós passamos, em diferentes níveis. O filme ainda faz um mix perfeito das histórias dessas mulheres com a vida das duas jornalistas. E dá ênfase sobre como elas foram consumidas por tudo isso. Você se identifica com ambas, e quando finalmente atingem o objetivo, é impossível não se emocionar junto com as duas.

E isso está diretamente ligado às duas ótimas interpretações de Carey Mulligan e Zoe Kazan , que são amigas na vida real. Elas ainda tem um suporte perfeito de Patricia Clarkson e Andre Braugher como os editores do New York Times. E há  participações  especiais, de poucas cenas de atrizes sensacionais como Jennifer Ehle (ela sempre me faz chorar), e Samantha Morton.

E as famosas?

Ainda há as participações das famosas que foram vítimas de Harvey. Rose McGowan foi a única que preferiu não usar sua própria voz. Ashley Judd inclusive aparece como ela mesma, e sua cena final é emocionante. E ainda há Gwyneth Paltrow, que usou sua voz. Só pra lembrar, na época em que sofreu o assédio de Harvey Weinstein, Gwyneth namorava Brad Pitt. Ela contou a ele, que nada fez, e ainda trabalhou com Harvey posteriormente. Mas, agora o filme é produzido por Brad. Talvez seja uma maneira de se mostrar arrependido.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Cinema

Antes da pandemia, em 2019, todo mundo estava falando sobre um “jogo” chamado Baleia Azul. Ele era um conjunto de 50 desafios diários e...

Cinema

Não tenho grande conhecimento sobre animações japonesas. Nem mesmo as super elogiadas do Studio Ghibli e o diretor premiado Hayao Miyazaki. E confesso que...

Cinema

Michael Mann é um aficionado por corrida de carros. Já tinha produzido o ótimo Ford vs Ferrari ( disponível no Star Plus) . E...

Streaming

Eu tinha muita vontade de gostar da 4ª temporada de True Detective, com o subtítulo de Terra Noturna. Com Jodie Foster no papel principal,...

Premiações

Depois de ver tantas premiações, onde todo mundo escolhe a mesma coisa, é bom ver a opinião do público. neste domingo aconteceu o People’s...

Você também pode gostar de ler

Streaming

Saltburn, que estreou na Prime Video hoje, vem dividindo as opiniões de forma bem definitiva. Há os que adoram, e os que detestam. Confesso...

Cinema

Já faz tempo que o Oscar está devendo uma estatueta para Bradley Cooper. Sinceramente, acho que ele deveria ter levado com Nasce uma estrela....

Premiações

Os Gotham Awards são prêmios de cinema americano, entregues anualmente aos produtores de filmes independentes em uma cerimônia na cidade de Nova York. É...

Gossip

Logo que saíram as primeiras fotos de Bradley Cooper no filme Maestro, todo mundo ficou impressionado sobre como o ator tinha ficado parecido com...

Cinema

Os filmes de Darren Aronofsky não são fáceis. É só lembrar de O Lutador, Cisne Negro, e especialmente Mãe!. A Baleia, que estreia essa...

Moda

Difícil ver tudo e falar sobre tudo que aconteceu no Met Gala 2022. Era muita gente – era muito estranho ver aquela fila enorme...

Moda

A noite do Critics Choice teve presenças que foram do elegantíssimo até o horrendo. Isso passando pelo totalmente esquisito, rs. Muito nude, alguns vermelhos,...

Moda

Como não houve a festa do Met Gala em 2020, a expectativa era grande para a edição de 2021. Mas, a gente já sabia...