fbpx

Sean Penn processa o criador de Empire… por causa de Terrence Howard!

Tem gente que gosta mesmo de um barraco. Foi anunciado ontem que Sean Penn está processando o criador da série Empire, Lee Daniels,  em 10 milhões de dólares, pela acusação de que ele (Sean) bate em mulheres. E tudo isso por causa de uma entrevista do ator principal da série, Terrence Howard, à revista Rolling Stone. Quer entender essa confusão toda? Veja aqui:

Tudo começou com a tal entrevista. Nela, Terrence, que é conhecido por seu temperamento difícil e violento, falou sobre uma acusação de sua ex-mulher, Lori McComas. que ele havia batido nela. Isso aconteceu em 2001 e ele foi inclusive preso na época. “Ela estava gritando comigo e eu perdi a cabeça e bati nela na frente das crianças. O advogado dela disse que foi um soco, mas mesmo estapeá-la foi errado” (o relatório da polícia diz que Terrence a socou duas vezes com o punho fechado).

Terrence Howard numa cena de Empire

Outro assunto abordado foi a acusação em processo movido por sua segunda mulher, Michelle Ghent,  onde ela o acusava de ter batido na sua cara e também tentado estrangulá-la por vários segundos no banheiro de uma casa alugada. Na entrevista, Terrence diz “ela estava tentando borrifar um spray em mim,  e você não consegue  ver nada, tudo o que você tenta é afastar a outra pessoa, e eu creio que a atingi. Mas eu não estava tentando bater nela.”

Terrence Howard e a ex-mulher Michelle Ghent

Sem comentários, né?

Bem, e como Sean Penn se envolveu nessa história? O problema é que o amigo de Terrence, o diretor e produtor da série estrelada por ele,  Lee Daniels (que também não parece ser uma pessoa muito tranquila), resolveu defendê-lo de toda a (óbvia) confusão que a matéria da Rolling Stone provocou.  “[Terrence] não fez nada diferente do que Marlon Brando ou Sean Penn, e de repente ele é um p*** demônio”, ele disse em entrevista à Hollywood Reporter. “Este é um sinal de tempo, de raça e de onde nos encontramos na América”.

Lee Daniels

… sem comentários parte 2.

Com isso, Sean Penn,  que é o terceiro nessa história a não ser conhecido por sua tranquilidade, entrou com o processo, que diz em seu primeiro parágrafo: “Como resultado do status de Penn como figura pública, durante anos ele foi objeto de vários ataques escandalosos, indecentes e sem base. Mas, Penn, como qualquer cidadão, tem o direito de se defender, e não vai tolerar o comportamento malicioso e imprudente de outros, que tentam engrandecer a si mesmos e aos seus projetos às custas dele. Dessa forma, e por causa das declarações difamatórias, Penn move essa ação por compensação monetária, e para deter Daniels e outros nestas ações difamatórias. ”

Para quem não sabe, especialmente na época de seu casamento com Madonna, Sean tinha o hábito de bater nos fotógrafos que perseguiam o casal por todos os lugares. Naquela ocasião, se falava muito que ele também batia nela. Mas nunca houve acusação alguma, (aliás Madonna sempre deixou claro que ele foi o grande amor de sua vida).

Sean e Madonna na época em que estavam juntos

A ação de Sean ainda continua dizendo que as palavras de Daniels são vulgares e que parece, mesmo reconhecendo a culpa de Terrence, que também perdoa sua má-conduta. Além disso, “Daniels falsamente  compara Penn com Howard, mesmo que, enquanto ele teve vários problemas com a lei, Penn (ao contrário de Howard) nunca foi preso muito menos culpado por violência doméstica como sua esposas (inclusive Madonna), podem confirmar e atestar.”

Que história, não?

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *