fbpx

Mais uma confusão com demissões nos bastidores de Bull!

Será que pode existir série mais controversa do que Bull? A série, que é exibida no Brasil no canal A&E, é estrelada por Michael Weatherly. Já teve um escândalo no passado (mais sobre isso no fim da matéria). E agora teve mais um! O showrunner Glenn Gordon Caron, veterano de A gata e o rato e Medium, foi afastado da série após uma investigação interna. Veja o que aconteceu:

A CBS, que exibe a série, confirmou que Gordon Caron não vai trabalhar mais na série, mas não deu explicações. Segundo se sabe, houve uma investigação interna depois que vários roteiristas pediram demissão ao fim da quinta temporada. Estes teriam acusado Caron de ” estimular um ambiente de trabalho desrespeitoso”. De acordo com alegações ele era insensível e constantemente desrespeitava se time de escritores. Até o contrato de Caron com a CBS também foi terminado.  As roteiristas Kathryn Price e Nichole Millard passarão a ser co-showrunners  para a já aprovada sexta temporada .

Michael Weatherly e Glenn Gordon Caron

Mas não é essa a única mudança. Freddy Rodriguez, conhecido por The Night Shift, estava na série desde o início. Ele fazia o papel de Benny, o ex-cunhado e conselheiro de Jason Bull (Michael Weatherly). Entretanto, não houve explicação sobre sua saída. Quem sabe no futuro…

O primeiro escândalo de Bull

Eu escrevi sobre isso na época. Eliza Dushku fez algumas participações na primeira temporada da série. Deveria retornar como parte do elenco regular na segunda. Mas foi dispensada. E na época , ela disse que foi por não ter aceitado comentários sexualmente sugestivos de Michael Weatherly. Eventualmente, as partes chegaram a um acordo, e Eliza recebeu 9.5 milhões de dólares da CBS. Por causa disso, a Amblin, co-produtora também abandonou a série. Mesmo assim, mantiveram Michael Weatherly como astro. Em resposta, a chefe da CBS Entertainment Kelly Kahl deu uma resposta, digamos, interessante. “É uma série popular. A nossa audiência ama Michael. Mesmo depois das alegações, as pessoas continuaram a assistir.”

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *