fbpx

Um momento com o charmoso Richard Armitage, o Thorin de O Hobbit

Durante a entrevista com Richard Armitage , o Thorin da trilogia Hobbit, minha primeira pergunta foi se havia sido intencional fazer do rei dos anões um personagem tão sexy. Ele sorriu e, meio sem jeito, perguntou se eu realmente achava isso. Bobinho não?!?! Ao responder, disse que  o personagem era um herói trágico. E um herói sempre tem um grande apelo. Politicamente correto mas ainda assim com um brilho intenso nos olhos muito azuis que não são perceptíveis embaixo da pesada maquiagem de Thorin. Veja abaixo a foto do charmoso ator tirada no último sábado na entrevista em São Paulo.

richard armitage

Richard nasceu na Inglaterra  em 22 de agosto de 1971. Começou sua carreira como ator no teatro musical. Fez dramas também, tendo feito inclusive parte da Royal Shakespeare Company. Chegou a fazer uma ponta em Star Wars – Episódio 1, como um piloto Naboo (tem que ver quadro a quadro para achá-lo). Depois começou uma carreira de sucesso na TV  inglesa com séries meio desconhecidas por aqui como North and South e The Golden Hour. Participou ainda da série da BBC, Robin Hood  e de Capitão America: O Primeiro Vingador (lembra dele quase irreconhecível como o vilão que atira em Stanley Tucci e depois é perseguido pelo Capitão?).

Como o vilão de Capitão América

O grande sucesso veio com a trilogia Hobbit, mas não foi tão simples assim. A princípio, Richard não estaria disponível  para o tempo das filmagens. “Chegamos a conversar sobre a possibilidade de fazer o Bardo(papel que ficou com Luke Evans), já que seria necessário durante menos tempo. Mas no final, eu acabei nem fazendo teste. Eles sabiam que me queriam para Thorin e acabamos resolvendo tudo.”

A preparação para o filme não foi fácil. Segundo Richard, foram oito semanas de treinamento para o início das filmagens, que incluíam o manejo da espada e exercícios. Isso além da maquiagem e roupas pesadas. “Eu tinha uma maquiagem e uma prótese diferentes no primeiro filme. Ela foi mudada para algo mais leve nos dois filmes seguintes já que era necessário “ler” os sentimentos de Thorin em seu rosto. Também tivemos que fazê-lo mais forte.”

Durante a preparação para se tornar Thorin…

Fã do livro desde criança, Richard diz  que entrar nesse mundo era como um sonho que vira realidade. “Eu tinha várias cenas com Sir Ian McKellen. Aliás, ele me deu um conselho quando começamos a filmar. Divirta-se, não leve muito a sério e deixe Peter Jackson contar sua história. ”

Ele complementa dizendo que entre os três filmes, O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos é o seu favorito. “Quando o assisti no cinema, em IMAX, senti a adrenalina nas cenas de batalha”. A batalha final e sua última cena com Bilbo (Martin Freeman) ficaram  como suas preferidas  do filme.

Além de todas as entrevistas com a imprensa para promover a estreia do filme, Richard Armitage também participou do último dia da Comic-Con Experience, que aconteceu no fim de semana. Ele falou com os fãs após uma exibição de A Batalha dos Cinco Exércitos. Baseada nisso, fiz minha última pergunta. Tendo participado de Star Wars (ele riu e disse “eu estava lá não?”), Capitão America (“adorei ter feito Heinz Kruger”)  e O Hobbit, será que ele é fã de cultura pop? “Com certeza! Adorei Guardiões da Galáxia. Acho que é o segundo melhor filme do ano!” Rs, desnecessário perguntar qual o primeiro certo?

É um pouco difícil achar Richard em Star Wars; A Ameaça Fantasma. Lembra dessa cena? Olha ele ali atrás…

O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos estreia no Brasil na próxima quinta-feira (dia 11). Veja uma análise do filme aqui no Blog amanhã (10).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *