fbpx

Para relembrar e homenagear Shirley Knight

Talvez você não se lembre  do nome de Shirley Knight, mas ela era uma atriz muito respeitada e premiada em Hollywood. É interessante que hoje mesmo, estava escrevendo uma matéria sobre dicas de filmes com  Jack Nicholson. E, claro, mencionei Melhor é Impossível, que lhe deu o Oscar de melhor ator. Shirley fez uma participação, como a mãe da personagem de Helen Hunt, que a ajuda no cuidado com o neto. Logo depois veio a notícia que Shirley Knight havia morrido, de causas naturais, aos 83 anos, em sua casa no Texas.

Começou sua carreira no teatro, e paralelamente, fez participações em diversas séries nos anos 50 e 60. Seu primeiro grande papel no cinema foi Sombras no Fim da Escada, em 1960, pelo qual foi indicada ao Oscar de coadjuvante. Logo dois anos depois, uma nova indicação veio com Doce Pássaro da Juventude, onde atuou ao lado de Geraldine Page e Paul Newman. Em ambos os casos, ela também foi indicada ao Globo de Ouro.

Outras atuações premiadas

Ela recebeu um Globo de Ouro somente nos anos 90 por sua participação no filme Acusação, de 1995. Aquele ano deve ter sido inesquecível para ela, já que recebeu um Emmy pelo mesmo papel, e também por sua aparição como atriz convidada em NYPD Blue/ Nova York contra o crime. Ela já havia recebido um Emmy em 1988 também como atriz convidada pela série Thirtysomething. No Festival de Veneza, foi a melhor atriz por sua atuação em Dutchman, em 1966. No teatro, ela também recebeu o Tony. Foi em 1976, como melhor atriz por participação especial em peça por Kennedy’s Children.

Os fãs de séries devem se lembrar dela como Phyllis Van De Kamp em cinco episódios de Desperate Housewives. Por causa deles foi indicada ao Emmy. Recentemente também foi a mãe  em Segurança de Shopping 1 e 2 (disponíveis na Claro Vídeo e na Netflix). Seu último filme foi Periferia, com Rebecca de Mornay e Stacy Keach, em 2018.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *