fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

Diversão e terror em Freaky: No corpo de um assassino

Filmes sobre troca de corpos são um constante há muito tempo em Hollywood. Desde os anos 70 quando Jodie Foster e Barbara Harris fizeram Se Eu fosse minha Mãe, houve várias aventuras com o mesmo princípio. A mais famosa delas , é claro, é Sexta-feira muito louca, com Jamie Lee Curtis e Lindsay Lohan. Mas essa semana tem mais uma produção do gênero chegando nos cinemas. É Freaky: No corpo de um assassino, com Vince Vaughn e Kathryn Newton.

Eu me diverti muito com a história , que mistura Sexta-feira muito Louca com Sexta-feira 13. Tudo começa quando um punhal místico faz com que Millie (Kathryn Newton, de The Society) e um serial killer (Vince Vaughn) troquem de corpo. Logo , a jovem descobre que possui apenas 24 horas para ter seu corpo de volta antes que a troca se torne permanente. E a deixe presa na forma de um maníaco de meia-idade para sempre. O grande problema é que, agora, ela parece uma psicopata imponente que é alvo de uma caçada humana por toda a cidade. Enquanto isso, o psicopata se parece com ela e planeja libertar seu apetite por carnificina na escola.

A crítica

A direção é de Christopher Landon, filho de Michael Landon, que ficou famoso pela série Bonanza. Ele já havia dirigido vários filmes da franquia Atividade Paranormal. Mas mostrou que sabia juntar terror, com um certa comicidade, e ainda adicionar um tempero geek, em A Morte te dá Parabéns 2.  Mas aqui em Freaky, ele realmente se esmerou. Tem um monte de referências! Você leva sustos. E ainda dá muitas risadas, especialmente com Vince Vaughn vivendo uma garota adolescente. Ele está hilário.

O filme não tem grandes surpresas. Mas faz uma homenagem divertida a um gênero. É divertido, uma brincadeira que acaba resultando em uma interessante viagem nostálgica a um tipo de filme que não existe mais. Entretanto, é claro, que entrega várias risadas, assassinatos inventivos, e até cenas politicamente corretas perfeitamente adaptadas ao século 21 no que diz respeito a gênero e sexualidade. Repare na cena do beijo no carro. É muito boa!! No final, você vai sair do cinema sabendo que viveu uma aventura bem divertida. E com um belo sorriso no rosto.

 

 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de ler

Cinema

A produção de O Último Duelo, que estreou nessa semana nos cinemas, é maravilhosa. Isso sempre é um destaque na filmografia de Ridley Scott....

Cinema

Em 2018, o filme Halloween deu um “refresh” na franquia de mais de 40 anos. Quebrou vários recordes, e fez muito dinheiro. Já deixou...

Cinema

Ridley Scott é quase sempre referência quando se fala em um espetáculo grandioso. Já foi indicado quatro vezes ao Oscar, uma delas por Gladiador....

Cinema

O feriado de Nossa Senhora de Aparecida me parece um bom dia para escrever a crítica do filme de Nossa Senhora de Fátima. Fátima:...

Cinema

O final de semana está chegando e o grande acontecimento é a estreia de Venom: Tempo de Carnificina no cinemas. Ele é o destaque...

Cinema

Lembro que quando Venom  estreou em 2018, todo mundo esperava pelo pior. Mas o filme tinha um bom ritmo, e ainda os diálogos divertidos...

Streaming

Comédia romântica é um de meus gêneros preferidos. Sempre busco alguma perdida no streaming. E, por várias vezes, passei por Te quiero, Imbecil na...

Cinema

Eu gosto dos filmes de James Bond da fase de Daniel Craig. Menos Spectre, que é bem fraco, especialmente no que diz respeito à...