fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

Depois de vários adiamentos, Morte no Nilo chega ao cinema

Sou fã dos livros de Agatha Christie, especialmente aqueles com o detetive Hercule Poirot. Sempre gostei de sua ironia, da perceber a forma como sua mente trabalhava. Creio que ele teve brilhantes interpretações não só de Albert Finney na versão de 1974 de Assassinato no expresso do Oriente, como também a de David Suchet na série de TV. Kenneth Branagh é também um óbvio apaixonado por Poirot. Tanto que dirigiu e estrelou a recente versão de Assassinato no Expresso do Oriente. E agora repete a dose em Morte no Nilo, que estreia nessa quinta nos cinemas. O problema é que ele repete também os mesmos deslizes nos dois filmes.

Primeiro a história. Boa parte da trama acontece  na viagem de comemoração do casamento do casal Linnet Ridgeway (Gal Gadot) e Simon Doyle (Armie Hammer) pelo Rio Nilo. Eles convidaram os amigos para embarcar no barco Karvak e celebrar a união do casal. Entre os convidados está o mais famoso detetive do mundo, Hércules Poirot. Só que um assassinato acontece e quase todos os passageiros têm motivos para ser o culpado. É quando Poirot dá início às Investigações no próprio barco. Mas novas mortes acontecem com o intuito de encobrir a verdade. E o caso acaba sendo mais difícil de se solucionar a cada minuto que passa.

Morte no Nilo sofreu vários adiamentos em sua estreia. Era para ter estreado Inicialmente em 2019. Mas atrasos na filmagem acabaram postergando para 2020. Aí veio a pandemia, e também novas datas. Até que resolveram lançar no segundo semestre de 2021. Só que então estourou o escândalo de Armie Hammer. Foi quando finalmente programou-se para o início de 2022. Essa provavelmente será a última vez – pelo menos em muito tempo – que você ver á um novo filme com o ator. Ele foi despedido de todos os projetos que tinha envolvimento graças ao escândalo de estupro e assédio.

O que achei de Morte no Nilo?

Falando de Morte no Nilo, não vou fazer comparações com o filme de 1978. Ele está disponível para aluguel ou compra  na Apple TV e Google Play. São filmes para épocas e públicos diferentes.  Começo dizendo que essa nova versão é visualmente muito bonita. A fotografia é linda, direção de arte e figurinos, idem. O filme começa com uma sequência lindamente filmada que se passa na I Guerra Mundial. Só depois de um tempo, ficamos sabendo que se trata da explicação sobre o bigode de Poirot. E com isso, Branagh faz mais uma vez o que já havia feito antes. Ele quer que o público conheça mais sobre Poirot. Quer que ele saiba o que se passa por trás de sua mente. Mesmo que isso custe muito para o timing de sua história principal, ou seja a investigação de um assassinato. Agatha Christie com certeza não gostaria disso, rsrs.

O filme custa a engrenar. Apesar de ter uma cena de dança no início de Armie Hammer com Emma Mackey (de Sex Education) que é sexy ao extremo. Aliás, Emma é a grande revelação do filme. E consegue brilhar muito, especialmente no “combate direto” com Gal Gadot. Eu adoro Gal, mas ela faz sempre o mesmo personagem, com as mesmas expressões.

O elenco é ótimo, mas não tanto quanto o de Assassinato no Expresso do Oriente. Se destacam Annette Bening, Letitia Wright, Tom Bateman, e até Russel Brand. Confesso que ele está tão diferente que quase não o reconheci. Só Sophie Okonedo está exagerada como sempre. Pena! Mas há aqueles que não tiveram grandes chances. É o caso de Jennifer Saunders e Dawn French, parceiras na série de comédia French and Saunders (disponível no Belas Artes a la Carte). E também de Rose Leslie, de Game of Thrones.

E o bigode?

Mas, é claro, Branagh é um bom diretor, sabe usar uma câmera com maestria. Mas o roteiro, e sua vontade de que conheçamos mais Poirot, torna o filme cansativo. Aliás, uma pergunta, por que o bigode de Poirot mudou de cor de um filme para outro? Era branco para combinar com a neve em Assassinato no Expresso do Oriente? E agora está amarronzado por causa das águas do rio? Rsrsrs!

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Últimas Notícias

Cinema

Lisa Marie Presley ficou em silêncio desde a morte do filho, Benjamin, em julho de 2020. Relembre aqui a notícia. Mas, como tudo nessa...

Séries

Essa é a semana em que as redes de TV americanas anunciam sua nova programação depois da loucura dos cancelamentos. Eu separei aqui nove...

Streaming

Filmes sobre adultos que tem que voltar para o colégio por alguma razão são sempre divertidos. 17 Outra vez, Sexta-feira muito louca, Billy Madison,...

Streaming

Você provavelmente já deve ter visto em alguma Sessão da Tarde da vida o filme romântico Te Amarei para Sempre. Ele é de 2009...

Moda

Os prêmios de música geralmente não primam pela elegância em seu tapete vermelho, rs. O objetivo é ser relevante, diferente, moderna, e lançar tendência....

Você também pode gostar de ler

Cinema

Morbius era para ter chegado nos cinemas em 2020. Mas, como vários outros casos, a pandemia acabou adiando, e adiando, e adiando. O filme,...

Streaming

A Torre Eiffel é um dos monumentos mais conhecidos do mundo. É também um ponto de encontro de todos que vão a Paris. É...

Cinema

Belfast tem sete indicações para o Oscar, inclusive melhor filme. Tem também seis para o BAFTA, e onze para o Critics Choice. Já ganhou...

Cinema

Outro dia, conversando com um gamer, perguntei se ele tinha vontade de ver o filme Uncharted: Fora do Mapa. O filme é baseado num...

Cinema

Todos os anos a Temporada de Premiações escolhe suas “modinhas”. Alguns filmes que eu confesso que não entendo o que estão fazendo ali. Com...

Cinema

Tem muita gente que eu conheço que odeia terror. Eu gosto muito. Mas, quando já se viu tantos filmes do gênero como é o...

Cinema

Tanta coisa incrível chegando no cinema e no streaming essa semana! No cinema tem a estreia de Morte no Nilo, a nova versão do livro...

Cinema

Eu gosto muito de filmes catástrofe – ou disaster movies. Talvez porque cresci vendo produções muito boas como Inferno na Torre ou Terremoto. Mas,...