fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

Adeus, Patty Duke!

É provável que poucos se lembrem de Patty Duke. O que é triste pois ela era uma grande atriz.  Ela faleceu hoje (29) aos 69 anos após uma ruptura de seu intestino. Tive a oportunidade de ler há muitos anos atrás a sua autobiografia, Call Me Anna,  na qual fala abertamente sobre ser maníaca-depressiva durante anos, seus problemas com álcool, e todos os problemas qual teve no início de sua carreira, ainda criança com seus agentes dominadores.

Mas o que fica são sua incríveis atuações. Ela ganhou o Oscar de melhor atriz coadjuvante por O Milagre de Annie Sullivan, como a surda-muda Helen Keller, num papel que já havia feito por dois anos na Broadway. Se você nunca viu, eu recomendo. Duas grandes atuações tanto dela como de Anne Bancroft, como sua professora. Outro papel marcante que a atriz teve no cinema foi em O Vale das Bonecas, como uma atriz alcoólatra, uma transição para papéis diferentes e mais adultos.

Essa foi uma oportunidade de mudança depois de anos vivendo as primas idênticas, as boazinhas Patty e Cathy, no The Patty Duke Show, durante três temporadas de sucesso, pelas quais foi indicada ao Emmy e ao Globo de Ouro. Na ocasião, Patty Duke tinha sentimentos meio conflituosos com relação à série e às meninas tão boazinhas. Mas há pouco tempo, ela parecia lembrar com carinho. ” Quando você anda pela rua e um total estranho canta uma canção com 40 anos de existência, você pensa ‘Alguém estava prestando atenção’. Eu adoro! Estranhos cumprimentam e sorriem ou dizem ‘Eu adoro você’. Que jeito bom de passar pela vida. Outras pessoas nem dizem ‘me desculpe’, e um completo estranho fica me mandando vibrações de amor.”

Ela teve outros grandes papéis em TV, que renderam três Emmys. O primeiro em 1970, como a garota grávida em fuga que conhece um advogado negro (Al Freeman Jr.) numa casa abandonada, por My Sweet Charlie. Depois, em 1977, foi pela minissérie Os Capitães e os Reis. O mais recente foi em 1980, por O Milagre de Annie Sullivan. Desta vez, nessa adaptação pra a TV, Patty assumiu o papel de Annie Sullivan, enquanto Melissa Gilbert fazia o papel de Helen. Mais uma vez uma brilhante atuação de Patty que completou um ciclo.

Nos últimos tempos ela apareceu em várias séries de TV como Hawaii-Five-0 e Drop Dead Diva. Mas eu lembro bem uma de suas últimas participações. Foi em Glee, onde ela e Meredith Baxter faziam um casal que conhece Kurt e Blaine (Chris Colfer e Darren Criss) e contam a história de como resolveram assumir seu romance. Um belo momento!

Na vida pessoal, teve quatro casamentos e três filhos. Os dois mais velhos são atores e você os conhece bem. O mais velho, Sean Astin, é o Sam da saga O Senhor dos Anéis. Já Mackenzie fez várias séries de TV, mais recentemente em Scandal como o jornalista Noah Baker. Há pouco tempo, Patty deu uma entrevista falando sobre sua vida, e parecia em paz. ” Eu acredito na teoria que diz que você é um produto de todas as sua experiências. E eu, finalmente, na maior parte do tempo, estou feliz com o produto. Eu hoje creio que é OK ser Patty Duke”

E vai fazer falta!

1 Comentário

1 Comentário

  1. Paulo Ricardo

    19 de agosto de 2016 às 11:30 pm

    Acabei de assistir ao “O milagre de Anne Sullivan”. Muito emocionante. Fiquei triste em saber que a atriz sofreu tanto quando criança. 🙁

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de ler

Premiações

É tempo de Emmy’s novamente. As indicações saíram hoje (13) e The Crown e The Mandalorian saíram na frente. Cada um deles teve 24...

Séries

Eu já tinha passado várias vezes pela minissérie Nada Ortodoxa na lista de sugestões da Netflix. Só que acabei nunca vendo porque achava que...

Premiações

Além da adaptação à situação da pandemia, o Emmy desse ano já havia anunciado algumas mudanças. Uma delas foi expandir o número de indicados...

Premiações

O Emmy 2019 vai quebrar uma tradição. Depois do resultado positivo do Oscar desse ano sem um apresentador principal, o Emmy resolveu seguir o...

Cinema

Claire Danes é uma atriz super-premiada. Já ganhou quatro vezes o Globo de Ouro, três vezes o Emmy, duas vezes o SAG’s e uma...

Cinema

Em 2017, o diretor chileno Sebastian Lello lançou um belo filme sobre duas mulheres em Desobediência, com Rachel McAdams e Rachel Weiz. Naquele ano,...

Premiações

A cerimônia do Oscar já teve anos confusos. Aquele rolo dos envelopes de melhor filme com La la land e Moonlight é o primeiro...

Premiações

Alan Alda será homenageado esta noite com um prêmio especial de carreira durante o SAG Awards. Ele nunca foi um de meus atores preferidos,...