fbpx

O lado cinematográfico de Phil Collins

Nessa semana em que Phil Collins começa a fazer shows no Brasil, é interessante lembrar que a história do artista também tem muito a ver com o cinema. Isso sem contar que sua filha é a atriz Lily Collins, de filmes como Espelho, Espelho Meu. Na verdade, Phil começou sua carreira como ator de teatro, depois é que direcionou tudo para sua outra paixão, a música. Foi depois que entrou para o Gênesis é que se tornou mundialmente famoso. Abaixo veja alguns momentos marcantes desse lado de músicas para filmes e séries.

Resultado de imagem para phil collins and lily collins
Phil e Lily Collins

Quando fez seu primeiro album solo, sua música In the Air Tonight entrou já no episódio piloto de Miami Vice. O sucesso foi tão grande que depois ele até chegou a fazer uma participação especial na série. A música também foi usada numa cena quente de Negócio Arriscado, com Tom Cruise.

A minha favorita, entretanto, é Against All Odds, que foi usada no filme Paixões Violentas, de 1984 – aliás como Jeff Bridges era lindo hein? A canção concorreu ao Oscar, e Phil também ganhou o Grammy de Melhor performance em canção pop.

Em 1985, outra canção de sucesso, Separate Lives foi a música-tema de O Sol da Meia-Noite, num dueto com Marilyn Martin. O filme era estrelado por Mikhail Baryshnikov, Gregory Hines e Helen Mirren (nem lembrava dela nesse filme). Só que a música mais famosa acabou sendo Say You, Say Me, de Lionel Ritchie.

Outra canção sua que concorreu ao Oscar foi Two Hearts, do filme Buster- Procura-se um Ladrão (1988). Aliás, nesse filme Phil também era o ator principal, como um dos ladrões que estavam envolvidos no famoso Grande Roubo do Trem.

O prêmio, e o Globo de Ouro também, só veio com a música de Tarzan, o desenho da Disney. Na época se falou que a Disney havia escolhido Phil para fazer a trilha para fugir um pouco do clima de musical da Boadway. Deu certo!

A parceira com a Disney continuou com Irmão Urso (2003), e a música On my Way.

E, é claro, também houve a homenagem de Patrick Bateman, o personagem de Christian Bale, explicando o quanto ele gota de Phil Collins, Psicopata Americano. Muito bom!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *