fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Streaming

O Pálido Olho Azul é bom, mas poderia ter sido sensacional

Christian Bale para mim é um dos melhores atores da atualidade, se não for o melhor. Dessa forma,  quando vi que a Netflix ia lançar O Pálido Olho Azul com ele, fiquei imediatamente interessada. Ainda mais porque o filme é uma daquelas histórias de detetives meio góticas que se passam no século 19. E ainda faz uma coisa que adoro, mistura personagens reais com ficcionais. O filme já está disponível. É interessante, mas poderia ter uma edição mais concisa.

O Pálido Olho Azul se baseia no romance best-seller de Louis Bayard.  Trata-se de um suspense policial gótico, sobre assassinatos que ocorrem  na Academia Militar dos Estados Unidos. O detetive aposentado Augustus Landor (Christian Bale) fica encarregado de investigar essas morte e seus aspectos estranhos. Logo, Landor começa sua investigação, um novo assassinato acontece. É quando o detetive começa a receber ajuda de um jovem cadete que o mundo viria a conhecer futuramente como Edgar Allan Poe (Harry Melling).

O que achei?

A história é extremamente interessante. Há também um clima sombrio, uma fotografia excepcional. Isso sem contar o elenco, sobre o qual falarei mais pra frente. Em alguns momentos o filme me lembrou Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros, outras, as aventuras de Sherlock Holmes, com Robert Downey Jr. . Mas, confesso que achei em certos momentos que há muita enrolação, especialmente no que diz respeito ao personagem de Edgar Alan Poe. Apesar da excelente atuação de Harry Melling (que a gente conhece bem dos filmes de Harry Potter e de A Tragédia de Macbeth), eu senti falta de mais Christian Bale. E com isso também, há um certo desperdício de Charlotte Gainsbourg e de Gillian Anderson. Estas, mesmo assim, tiram leite de pedra, e marcam presença.

Na última meia hora, entretanto, O Pálido Olho Azul se torna mais eficiente. Há ação, terror, e ainda uma reviravolta, que mostra a razão principal do interesse de Christian Bale pelo papel. É ali que ele faz a diferença. Christian já fez outros dois filmes com o diretor Scott Cooper, Hostis e Tudo por Justiça. Obviamente são amigos e já disseram que pretendem trabalhar juntos novamente. Entretanto, há alguns momentos, que o diretor se alonga em determinadas tomadas. Ele “passa do tempo” no corte da cena. Será que alguém notou isso? Acontece em cenas de Christian e também de Robert Duvall, que aparece em duas sequências. Essa coisinhas acabaram chamando minha atenção e tiraram a atenção da história. Por essa “alongamento” em cenas, sequências e na história, e , ficou para mim a sensação de que O Pálido Olho Azul é bom, mas poderia ter sido sensacional.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Premiações

O 39º Independent Spirit Awards aconteceu hoje (25) em Santa Monica, na Califórnia. Para quem não conhece, o evento premia os melhores entre as...

Premiações

Acredito que todos esses eventos da Temporada de Premiações precisam se reinventar. O politicamente correto acaba se tornando mais importante do que a melhor...

Moda

Normalmente, eu acho que é no SAG Awards que as atrizes estão mais elegantes. Não foi diferente dessa vez. Claro, há sempre os “erros...

Streaming

Eu tentei ver o primeiro episódio de Glamorous, que está na Netflix, mas achei tudo muito chato. Assim, desisti. Mas o meu amigo José...

Premiações

Neste sábado, dia 24, vai acontecer o SAG Awards 2024. Para quem não sabe, o SAG Awards é o prêmio do Sindicato dos Atores,...

Você também pode gostar de ler

Moda

O red carpet do Globo de Ouro 2024 teve um pouco de tudo. Em geral, muito glamour. Muito rosa (influência de Barbie?), muitos looks...

Streaming

Vários grandes diretores já fizeram seus filmes considerados grandes homenagens ao cinema. Entre eles, Kenneth Branagh (Belfast), Quentin Tarantino (Era uma Vez em Hollywood),...

Streaming

Nesse mês de janeiro, a coisa está um pouco mais parada na Netflix (pelo menos por enquanto). Mas tem O Pálido Olho Azul, que...

Streaming

O diretor chileno Sebastián Lelio sabe como dirigir personagens femininos. É só lembrar das performances de Daniela Vega em Uma Mulher Fantástica. Ou especialmente...

Cinema

David O. Russell dirigiu um filme que eu adoro chamado Trapaça (está no Paramount Plus). Concorreu a 10 Oscars, mas acabou levando zero para...

Cinema

David O. Russell é um diretor que já foi indicado a vários Oscars. Tem grandes filmes em seu currículo, como O Vencedor, O Lado...

Cinema

Os filmes de Thor sempre estiveram entre os meus favoritos da Marvel. Sim, mesmo aqueles que ninguém gostou. Talvez seja por causa de Chris...

Cinema

Sei de muita gente acha que os filmes de Thor são os mais fracos do Universo Marvel. Minha opinião não poderia ser mais diferente....