fbpx

Feliz aniversário, Evangeline Lily!

Evangeline Lily,  que se tornou estrela depois de sua participação na série Lost, faz 35 anos hoje (03). Ao contrário da maioria do elenco, ela vem tendo muita sorte na escolha de seus papéis, se tornando cada vez mais valiosa em Hollywood. Mas as coisas não foram sempre assim. Até engatilhar a carreira, ela fez várias participações em séries de TV, com personagens chamados Garota da Escola e Garota no Cinema (Smallville), Convidada da Festa (Tru Calling) e Namorada de Benton (Kingdom Hospital). No cinema não foi diferente. Ela foi a Estudante  Próxima ao Armário em Freddy vs. Jason  e a Policial em Lizzie McGuire: Um Sonho Popstar. O início é difícil para todo o mundo!

Foi então que ela deu a sorte grande e foi escolhida para ser Kate Austen, o principal papel feminino da série Lost. Na verdade, ninguém poderia imaginar o sucesso que a série se tornaria mesmo que na época o piloto tenha sido o mais caro já produzido. Os mistérios enfrentados por um grupo de sobreviventes de um desastre de avião em uma ilha atraiu uma enorme audiência no mundo inteiro. A química de Evangeline com Matthew Fox e com Josh Holloway foi um chamariz  a mais com defensores/torcedores de Kate & Jack ou de Kate & Sawyer (eu ficava  entre os primeiros!!). Ela relembra que “meu primeiro ano em Lost foi um batismo de fogo. E eu não tinha ideia do que estava fazendo, não só no set , como atriz, mas como uma pessoa pública. Eu não sabia como lidar com isso.”

Josh Holloway, Evangeline e Matthew Fox na ilha de Lost

Paralelamente a Lost, que lhe valeu um prêmio do Sag`s (melhor elenco) e uma indicação ao Globo de Ouro de melhor atriz, Evangeline foi construindo uma carreira no cinema. Seu primeiro papel com um personagem com nome foi na comédia em Quase Virgem (2005) seguida do vencedor do Oscar, Guerra ao Terror em 2008 e Depois de Partir, ao lado de John Malkovich, do mesmo ano. Com o fim de Lost, ela chegou a anunciar que pararia de atuar ,  mas logo voltou com um sucesso nos cinemas, Gigantes de Aço, com Hugh Jackman. Belo casal ( e ela também tinha química com ele!)

Evangeline e Hugh Jackman numa cena do simpático Gigantes de Aço

Logo depois a atriz deu uma parada para ter um filho, Kahekili (ela morava no Havaí na época) com o namorado Norman Kall. Mas quando resolveram criar um personagem feminino, que não existia nos livros de J.R.R. Tolkien, O Hobbit, Evangeline  foi a escolhida. Apenas três meses após o nascimento do menino, ela começou a filmar como a elfa Tauriel em O Hobbit: A Desolação de Smaug. E novamente está envolvida num triângulo amoroso. Dessa vez com o elfo Legolas (Orlando Bloom) e o anão Kili (Aidan Turner). Inicialmente, Evangeline não queria repetir a situação que foi tão marcante em Lost, mas… “Nós voltamos em 2012 para refilmar algumas cenas. Então eles chegaram dizendo que o estúdio gostaria muito de ver se…Então eu pensei…Aqui vamos nós. Com certeza, outro triângulo amoroso…”

Em dezembro , vamos saber o resultado desta história com a estreia nos cinemas do último filme da trilogia, O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos. mas Evangeline não para. Já está comprometida com mais uma superprodução : Ant Man/ O Homem Formiga, ao lado de Paul Rudd, Michael Douglas e Corey Stoll, programado para estrear no ano que vem.

O elenco de Ant-Man na última Comic-Con, mês passado.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *