fbpx

Mais uma imperdível produção sul-coreana: o policial The Witness

 data-srcset

A vitória de Parasita (disponível no Telecine) no Oscar fez com que muita gente  tivesse um primeiro contato com a produção cinematográfica sul-coreana. Tudo que já vi de lá, seja série ou filme, sempre me impressionou. Há muita coisa disponível no streaming. Ainda semana passada assisti na Netflix o policial The Witness, que recomendo.

É uma produção de 2018, e o trabalho de estreia do diretor Kyu-Jang Cho. Têm bons momentos de suspense, que começam quando um cara que chega em casa depois de ter ficado até tarde bebendo com os colegas de trabalho. No apartamento, para o qual a família se mudou recentemente, encontra a esposa e a filha dormindo. E acaba testemunhando um assassinato de sua janela. Com receio de revelar à polícia, e sabendo que o assassino o viu, ele se vê envolvido em circunstâncias fora de seu controle.

The Witness é uma crítica ferrenha à sociedade sul-coreana. Fica claro que ninguém quer se envolver, especialmente porque o fato pode diminuir a valor dos apartamentos.  Além disso, a polícia, com exceção de um único detetive, está mais interessada em dizer qualquer coisa para acabar logo com o assunto. Ou seja, o indivíduo (tanto a testemunha quanto o detetive) contra uma sociedade que não quer enxergar, ou se envolver com um problema.

Os melhores momentos são as perseguições. Uma em especial, na escadaria do prédio, vai deixar você extremamente tenso. Mas o mais chocante acaba sendo o final, uma crítica forte a uma sociedade que não funciona. Para quem gosta do gênero de suspense psicológico é obrigatório.

Outras produções sul-coreanas que valem a pena

E se você tiver interesse em ver mais produções sul-coreanas, há um monte na Netflix.  Sugiro, para começar, Okja, do mesmo diretor de Parasita, Bong Joon Ho, com Tilda Swinton e Jake Gyllenhaal. Também recomendo o ótimo Invasão Zumbi, que logo vai ganhar uma sequência. E falando de zumbis, a série Kingdom, que já tem duas temporadas, é imperdível. Mal posso esperar pela chegada da terceira!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *