fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

A sensibilidade da história de amor de Fale com as Abelhas

O filme é de 2018, mas só agora chegou por aqui. E, aliás, estreou ontem nas plataformas digitais numa boa data. Para quem não sabe, 25 de março é a data oficial do orgulho LGBTQIA+ no Brasil. Fale com as Abelhas não foge de temas complexos: racismo, homofobia, aborto, violência doméstica e agressão sexual. Mas tudo a serviço de uma história contada de uma maneira sensível e delicada, que o transformam num belo filme.

A história

Em uma vila escocesa em 1952, Lydia (Holliday Grainger, a Lucrecia de Os Bórgias) trabalha em uma fábrica.Só que seu salário é insuficiente para cobrir a sobrevivência dela e de Charlie (Gregor Selkirk), seu filho de dez anos. Robert (Emun Elliott), seu marido, voltou diferente da guerra e aos poucos abandonou a família. O despejo e o súbito desemprego levam mãe e filho à nova amiga de Charlie, a doutora Jean Markham (Anna Paquin).

A médica acaba de voltar para a cidade após anos trabalhando em diversas cidades. Ela também é mal vista na cidade devido a um fato do passado. Mas conquistou o carinho de Charlie por meio das colmeias que tem em seu quintal. Ela contrata Lydia como governanta e Charlie passa a morar perto das abelhas, ajudando a cuidar delas e contando seus segredos para elas. Essas duas mulheres desprezadas pela sociedade se apaixonam. Mas são hostilizadas por todos pelo romance, podendo perder tudo.

A crítica

É uma bela produção com um ângulo feminino muito bem delineado. Não é à toa que é dirigido (Annabel Jankel), e roteirizado (Henrietta e Jessica Ashworth). Tudo baseado no livro de Fiona Shaw, e ainda estrelado por Anna Paquin e Holliday Grainger. As duas estão ótimas, mas Holliday sai ganhando com um personagem mais fascinante.  Só que o ponto de vista da história é a do menino Charlie, que descobre a duras penas o preconceito e os segredos que erá que enfrentar. Mas, sinceramente, houve momentos em que senti falta de mais um pouco da história das duas. A aproximação e o desejo de ambas resulta em cenas extremamente sensuais.

Além de apresentar temas que são sérios e relevantes até hoje, o filme tem um lado de fantasia, que envolve as abelhas do título. E por isso também Fale com as Abelhas conquista com sua doçura e inocência. Num  primeiro momento até lembra Carol, com Cate Blanchett,  mas mais sensível. Um aviso para quem leu o livro: o final é diferente, tá?

Onde ver Fale com as Abelhas

Desde ontem (25), Fale com as Abelhas está disponível para locação nas plataformas: NOW, SKY Play, Vivo Play e Looke. Na Apple TV somente para compra. A  partir de 08 de abril  poderá ser encontrado para locação na Apple TV e no Google Play.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de ler

Cinema

Mesmo com seu 69 anos, Liam Neeson não para de trabalhar. Ele já anunciou que não quer fazer mais filmes de ação, porque realmente...

Cinema

Já faz muito tempo que o Brasil tenta, tenta, e não chega lá entre os finalistas do Oscar. A última vez foi no século...

Cinema

Muita coisa boa chegando no streaming e no cinema. Começando pelo cinema, eu já aviso que sou mega fã dos dois filmes dos Caça-Fantasmas...

Cinema

Tenho uma certa dificuldade de lidar com gente que fala demais. Daquele tipo que adora ouvir sua própria voz, sabe como é? Então para...

Cinema

Para mim, Downton Abbey é uma das melhores séries já feitas. É um novelão, com um refinamento inglês, e ainda um aspecto histórico interessantíssimo....

Cinema

Lembro bem quando estreou na Broadway Querido Evan Hansen. Foi um grande sucesso. Seu protagonista, na época o quase desconhecido Ben Platt, ganhou o...

Cinema

Filmes de ação estrelados por mulheres se tornaram praticamente um novo gênero no streaming. É só pensar em Charlize Theron (Atômica ainda é o...

Streaming

Hollywood adora um sucesso inesperado. Em 2019, o filme Escape Room custou 9 milhões e teve uma receita de 150 milhões. Hoje ele está...