fbpx

A badalada série Magnífica 70 estreia hoje (24) na TV

O cinema brasileiro hoje é reconhecido por suas comédias. Grandes sucessos de bilheteria, que fizeram de nomes como Ingrid Guimarães, Leandro Hassum e até Paulo Gustavo figuras reconhecidas no Brasil inteiro. Mas o cinema brasileiro teve várias vertentes, várias épocas de ouro, dos mais diversos gêneros. Um deles é o cinema erótico, que era produzido em São Paulo nos anos 70. É um momento pouco conhecido da história quando a ditadura e a censura estavam no auge. E agora esse ambiente  virou uma série, Magnífica 70, que estreia hoje, domingo (24), às 21 horas, no canal pago HBO, que estará com o sinal aberto neste dia. O assunto é o cinema. Uma história que quer mostrar o mundo da Boca do Lixo em São Paulo, que produziu um grande número de filmes eróticos de baixo orçamento, mas de grande sucesso de bilheteria.

A série acompanha a história de Vicente (Marcos Winter) que trabalha como censor nos tempos da ditadura entre relatórios, pareceres e sessões de filmes, que precisavam ser classificados para exibição ao público. Quando assiste ao erótico A Devassa da Estudante (os títulos eram ótimos), fica deslumbrado com a protagonista, Dora Dumar (Simone Spoladore). O fascínio pela atriz o leva até a Boca do Lixo, onde acabará se envolvendo com ela e com Manolo (Adriano Garib), da produtora Magnífica.

Em vários momentos do primeiro episódio há uma clara inspiração no universo de Nelson Rodrigues, com segredos, dramas, regras e transgressões. Especialmente na história de Vicente com sua cunhada, Angela (Bella Camero) e todo aquele núcleo familiar.

Embora seja uma obra de ficção, há homenagens a figuras da época e toda a reconstituição histórica me parece muito boa (inclusive a forma de introduzir cenas de documentários como parte da narrativa). Teve a consultoria de quem conheceu a Boca do Lixo muito bem, meu amigo, o diretor de cinema Alfredo Sternheim, que inclusive já escreveu um livro sobre aqueles tempos chamado Cinema da Boca (recomendo!). Ou seja, nos dá a certeza que tudo está correto. Produzida pela  Conspiração Filmes,  a série de 13 episódios tem a direção geral de Claudio Torres. O elenco conta ainda com Maria Luiza Mendonça, Paulo Cezar Pereio , Joana Fomm, Stepan Nercessian,  entre outros.

 

Existem 1 comentários

  1. Muito obrigado para o texto. É uma série de tempo, definido nos anos 70 Nele, podemos ver a moda, música e atmosfera de censura e corrupção pela ditadura Brasil viveu. Na segunda temporada http://br.hbomax.tv/movie/TTL607353 , Marcos Winter, “Vicente”, juntamente com o magnífico são capturados em uma situação de chantagem e corrupção política e para deixar esse registro um filme que denuncia todos os atos em torno de um assassinato de um líder da ditadura . Esta série, eu gostei do primeiro capítulo vi.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *