fbpx

Mais cenas para entender o misterioso Rua Cloverfield, 10

Eu lembro bem quando Cloverfield: Monstro estreou nos cinemas há oito anos (sim, foi em 2008). Teve uma campanha de marketing brilhante. Era um filme de monstro diferente, de óbvio baixo orçamento, mas que funcionava ao assustar sem a necessidade de caríssimos efeitos especiais. Tudo isso apesar da câmera nervosa chamada found footage, que de tanto ser usada em vários filmes, acabou se tornando um recurso chato e cansativo. Tanto que não será usada em sua, digamos, sequência, Rua Cloverfield, 10, que estreou este final de semana nos Estados Unidos ( foi bem!) e chegará aos cinemas do Brasil em 7 de abril (provavelmente para fugir da concorrência de Batman vs. Superman).

Na verdade, o produtor dos dois filmes, meu ídolo, J.J.Abrams, já disse em entrevistas que Rua Cloverfield, 10 é um parente de sangue (!!!) de Cloverfield: Monstro. Para quem não se lembra, no primeiro filme um grupo de amigos se aventurava pelas ruas de Nova York numa missão de resgate durante o ataque de uma criatura monstruosa e assustadora. Aliás, como curiosidade, você lembra que o elenco do filme era quase todo desconhecido na época, mas hoje… Mike Vogel (Under the Dome), Jessica Lucas (Pompéia, Gotham), Odette Annable (House), T.J. Miller (Silicon Valley) e, é claro, Lizzy Caplan ( Masters of Sex). Quem imaginaria?

Agora em Rua Cloverfield, 10, foi liberado um vídeo que ilustra um pouco mais sobre como será a história. Após sofrer um acidente de carro, Michelle (Mary Elizabeth Winstead) acorda presa em um porão desconhecido. O dono da casa, Howard Stambler (John Goodman), explica a ela que o cativeiro é a única forma de mantê-la viva, já que todos do lado de fora estão mortos. Sem saber se pode confiar na história, Michelle tenta descobrir como se libertar. Só que Stambler não está disposto a deixá-la sair tão fácil.

Desde o início, a produção tem sido cercada de segredos. Para se ter uma ideia, ela foi anunciada apenas dois meses antes de seu lançamento. Foi baseado em um roteiro chamado The Cellar que foi transformado em um “parente de sangue” de Cloverfield. Tem até uma participação surpresa de Bradley Cooper!! Estou muito curiosa!!

O diretor Dan Trachtenberg, John Goodman, Mary Elizabeth Winstead (num belo Valentino), John Gallagher, Jr. e o produtor J.J. Abrams na pré-estreia do filme

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *