fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

A falta de comunicação de O Silêncio do Céu

É bom já começar avisando que apesar do filme ser brasileiro, mas ele é 90% falado em espanhol. Inspirado em um livro de autoria de Sergio Bizzio, O Silêncio do Céu, que está em cartaz nos cinemas, é uma história forte, que fala sobre como duas pessoas num relacionamento pode ter um abismo de comunicação em seu relacionamento, sem assumir o que realmente pensam e o que acreditam.

Depois de ser estuprada por dois homens em sua própria casa, Diana (Carolina Dieckman) escolher manter tudo em segredo. Só que seu marido Mario (Leonardo Sbaraglia) testemunhou tudo, sem coragem de intervir. Nos dias que se seguem, o silêncio cresce entre os dois, que chegam ao seu limite, e levam a outros tipos de violência.

O filme começa bem, com as duas visões do momento do estupro, a de Diana e a de Mario. È também um olhar interessante ao testemunhar como esses dois estão determinados a não deixar que o outro enxergue o que realmente sente. O espectador sente vontade de gritar com esses dois tamanha é a distância que existe entre eles.  Mas é diferente do que estamos acostumados a ver e por isso mesmo, intrigante. Por incrível que pareça, o diretor Marco Dutra perde um pouco a mão justamente quando entra num momento mais “popular” ,  justamente a investigação de Mario para saber quem são os dois homens que fizeram a mulher passar por aquela situação. Perde muito tempo, e comete alguns erros básicos,  que qualquer pessoa que já viu algum filme de Hitchcock na vida, não faria.

Resultado de imagem para o silêncio do céu

Mas o filme não é ruim. Mantém a atenção, apesar desse casal que, no meu ponto de vista, é doente. Tem em Leonardo Sbaraglia um bom protagonista, Carolina Dieckman está bonita, e a cena inicial é forte e bem filmada. A pena é que o filme poderia ter sido realmente um grande destaque.  E é apenas bonzinho.

 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Últimas Notícias

Cinema

Top Gun: Ases Indomáveis, de 1986, é um daqueles filmes que ficaram no coração das pessoas. Nem era tão bom, mas tinha muito estilo....

Cinema

Na semana de estreia de Top Gun: Maverick (ótimo por sinal, aguarde a crítica), vem mais Tom Cruise por aí. Saiu hoje o primeiro...

Streaming

Eu comecei a prestar mais atenção em Maggie Q depois de ver a série de Nikita, estrelada por ela. É ótima, pena que não...

Streaming

Quando li a sinopse de Toscana, que está na Netflix, logo me lembrei de Um Bom Ano. Pra quem nunca viu, o filme traz...

Streaming

Escrevi ontem uma matéria sobre as cinquentonas maravilhosas.  E, em seguida, várias pessoas me lembraram de outras que tinha esquecido. Então resolvi fazer uma...

Você também pode gostar de ler

Cinema

Os dois filmes de Caça-Fantasmas, produzidos nos anos 80, são divertidos e deliciosos companheiros de tardes de toda uma geração. Atualmente estão disponíveis no...

Cinema

Guillermo Del Toro adora um terror. Está sempre envolvido em filmes e séries do gênero, seja como diretor ou como produtor.  Espíritos Obscuros, que...

Cinema

O feriado de Nossa Senhora de Aparecida me parece um bom dia para escrever a crítica do filme de Nossa Senhora de Fátima. Fátima:...

Cinema

O cinema de terror vem tendo cada vez mais visibilidade, mesmo em festivais e premiações. Em 2019, A Chorona, filme do gênero da Guatemala, ...

Cinema

M Night Shyamalan está entre meus diretores preferidos. Afinal, ele é o cara que fez O Sexto Sentido, Sinais, Corpo Fechado, A Vila, Fragmentado....

Cinema

No ano passado, eu assisti O Charlatão durante a Mostra de Cinema de São Paulo. Publiquei a crítica no Blog. Mas logo depois, hackers...

Cinema

Ninguém pode dizer que eu não tentei, rsrs. Quando é possível, eu tento assistir o maior número de filmes possível, independente de sua nacionalidade....

Cinema

Durante vários anos, Milla Jovovich e seu marido, o diretor Paul W. S. Anderson, tiveram um grande sucesso nas mãos. Era a série de...