fbpx

O melhor e o pior do Emmy 2017

A entrega do Emmy da noite passada seguiu a trilha do “sem surpresas”. Obviamente, o tom político contra Trump dominou tanto nos discursos dos vencedores como também nas falas (e músicas) do apresentador Stephen Colbert. Aliás, ele foi ótimo no número de abertura e fez piada com o fato de estar cantando. Mas, em compensação, os seus dois sketches  – Westworld e Ru Paul como a estatueta do Emmy – foram chatos e completamente dispensáveis. No final, foi um apresentador razoável. Veja abaixo os melhores e os piores momentos do Emmy 2017, que teve como grandes vencedores Big Little Lies, The Handmaid’s Tale e Saturday Night Live.

Nicole e Big Little Lies

Big Little Lies levou a maioria dos prêmios nas categorias de Série Limitada, deixando Feud, de Ryan Murphy, sair de mãos abanando. Um pena que as duas séries tenham saído no mesmo ano. Nicole fez um belo discurso sobre o sofrimento silencioso de mulheres que sofrem abuso quando ganhou o prêmio de melhor atriz, e complementou as palavras de Reese Whiterspoon quando a série ganhou o Emmy. Alexander Skarsgard, que teve aqui sua 1ª indicação, foi fofo a o dizer que agradecia ao elenco por ter deixado que ele se tornasse uma das garotas. Complementando o domínio, Laura Dern levou o prêmio de coadjuvante por sua inesquecível Renata, e Jean Marc Valée o de direção.

Resultado de imagem para big little lies at the emmys 2017

The Handmaid’s Tale

The Handmaid’s Tale fez história. Pode ser que a Netflix esteja aí há mais tempo, mas foi a série que nos Estados Unidos é distribuída pela Hulu, que  se tornou an primeira veiculada num serviço de streaming a levar o Emmy de série dramática. Bateu todos os  fortes competidores, inclusive a favorita Stranger Things. Elisabeth Moss já era a favorita como melhor atriz,  mas houve também a grande surpresa da noite com a vitória de Ann Dowd como coadjuvante (Thandie Newton era a esperada). A série ainda levou os prêmios de direção, Reed Morano, que é uma mulher,  roteiro (Bruce Miller) e atriz convidada (Alexis Bledel).

Resultado de imagem para the handmaids tale at the emmys 2017

O recorde de Veep

Pelo terceiro ano consecutivo, Veep levou o prêmio de melhor série de comédia. É realmente a melhor que há por aí. E Julia Louis-Dreyfus provou que não tem pra mais ninguém. Bateu um novo recorde, com seu sexto prêmio seguido na categoria de melhor atriz de comédia. Ela é ótima mesmo!

Resultado de imagem para veep at the emmys 2017

O choque

A presença de ex-secretário de imprensa da presidência, Sean Spicer, foi motivo de choque para a plateia de Hollywood. Especialmente para Melissa McCarthy, que este ano ganhou uo Emmy de atriz convidada de série de comédia em Saturday Night Live justamente por sua atuação como…Sean Spicer. Veja as cara dela e ainda a reação de Anna Chlumsky:

Resultado de imagem para melissa mccarthy face sean spicer appearance at the emmys 2017Resultado de imagem para ann dowd gif at the emmys 2017

Diversidade

O tema que é tão discutido hoje em dia foi muito falado no roteiro, nos discursos e também pelos vencedores, de diferente etnias, raças, opções sexuais, religiões. Os destaques foram as vitória de Riz Ahmed como ator por The Night Of,  de Lena Waithe e Aziz Ansari pelo roteiro da série de comédia Master of None, de Sterling K. Brown,  de This is Us, cujo belo discurso acabou sendo cortado pela música implacável, Donald Glover, que levou os prêmios de roteiro e direção por Atlanta

Momentos inesquecíveis

Houve momentos de muita emoção este ano. As reações de Ann Dowd e Kate McKinnon, que levou o prêmio de coadjuvante em comédia por Saturday Night Live chegaram a me emocionar. Alec Baldwin, que ganhou também como coadjuvante de série de comédia pelo programa, começou seu discurso brincando com Trump, terminou com um belo pensamento, ressaltando que quando você morre seu último pensamento não é sobre nada de política, e sim sobre um poema, uma música, uma pintura.

Resultado de imagem para ann dowd gif at the emmys 2017

Mas é claro que o grande momento foi a reunião das estrelas de Como Eliminar seu Chefe, Lily Tomlyn, Dolly Parton e Jane Fonda (normalmente tão elegante, errou com uma peruca ridícula), todas concorrentes a prêmios(nenhuma levou). Lily, espirituosa como sempre, disse: “Lá nos anos 80, naquele filme, nós nos recusávamos a ser controladas por um fanático sexista, ególatra, mentiroso e hipócrita”. Com eu disse no início, várias referências a Trump…

Mãos vazias

Com todos esse domínio de prêmios das séries acima, muitos favoritos saíram de mãos abanando. Além da já mencionada Feud, também foi o caso de Westworld,  Stranger Things, The Crown (que pelo menos conseguiu um para John Lithgow, inesquecível como Winston Churchill)

Resultado de imagem para john lithgow at the emmys 2017

Falta de educação

Jackie Hoffman, de Feud, concorria na categoria de atriz coadjuvante em série limitada. Não estava nem perto de ser a favorita. Só que no momento em que Laura Dern foi anunciada como vencedora, ela foi pega pela câmera dizendo “Droga, droga”. Depois para a coisa ficar ainda pior, ela colocou no twitter e escreveu “Laura Dern tem pais famosos. Me desculpe por vir de pessoas reais #elitismo #Emmys2017. E ainda coisas mais absurdas, sempre com a hashtag #soreloser, algo como mau perdedor. Se isso é uma brincadeira irônica, eu achei tremendamente deselegante

Resultado de imagem para ann dowd gif at the emmys 2017

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *