fbpx

Homem-Formiga da Marvel é uma aventuras das boas!

Sou super admiradora da Marvel por sua capacidade de fazer seus diversos mundos interagirem a todo o momento. Assim, quadrinhos, cinema e séries de TV fazem parte de um único universo, que faz os fãs vibrarem a cada referência. O novo filme do estúdio, Homem-Formiga, que estreia esta semana nos cinemas, é um prato cheio delas. E vai fazer você se divertir muito, rir e acompanhar todos os momentos da aventura.

Tudo começa nos anos 60, quando conhecemos Hank Pym (Michael Douglas, num trabalho digital incrível, que o deixou bem mais jovem). Ele está numa reunião com o pai de Tony, Howard Stark (John Slattery, reprisando o papel de Homem de Ferro 2), Peggy Carter (Hayley Atwell, aqui já mais velha do que na série Agent Carter) e mais Mitchell Carson (Martin Donovan). Após uma discussão sobre o uso de seu projeto mais recente pela S.H.I.E.L.D., Hank resolve abandonar tudo. Nos dias atuais, o caminho do Dr. Pym vai cruzar com o de um adorável ladrão recém-saído da prisão, Scott Lang (Paul Rudd). Juntos, eles irão recriar o Homem-Formiga, um herói com uma roupa especial, que o faz diminuir de tamanho e ter uma super-força. Com a ajuda de formigas (sim, isso mesmo) e da filha de Hank, Hope (Evangeline Lily, muito chique e ótima), eles vão tentar impedir que a tecnologia caia em mãos erradas, ou seja, a HYDRA, conforme quer o vilão Darren Cross (Corey Stoll).

Um dos maiores trunfos do filme é Paul Rudd, com sua cara adorável e marota. Ele não é o herói que você espera, e por isso mesmo é tão verdadeiro. Outro ponto alto são os amigos atrapalhados, no qual se destaca Michael Peña, como Luis. A forma como acompanhamos todas as histórias que Luis conta é hilária. A piada com Titanic também é muito boa!

Você nem percebe os problemas de bastidores que acabaram com o afastamento do diretor inicial, Edgar Wight. Peyton Reed, que havia feito a comédia Sim Senhor, dá perfeita conta do recado. Funciona tanto nos momentos de comédia, como nos de ação, com efeitos incríveis, especialmente com as mudanças constantes de tamanho do herói.

As referências aos Vingadores estão por toda a parte, inclusive com a presença do Falcão (Bob Mackie), que será importantíssima para o futuro do Homem-Formiga. Aliás, fica  aqui a dica para você não sair correndo do cinema. Homem-Formiga tem duas cenas pós-créditos. A primeira que tem mais a ver com os personagens desta história, e a outra, que já dá um gostinho de Capitão América 3: A Guerra Civil, que vai estrear no ano que vem. Eu adorei!

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *