fbpx

Feliz aniversário, Ridley Scott!

Poucos são os diretores (e produtores), que chegam aos 80 anos tão ativos, e sendo centro das atenções, como Ridley Scott, que faz aniversário hoje. Responsável por vários clássicos do cinema, Ridley está agora bem no meio de um turbilhão, provocado por sua decisão de retirar completamente Kevin Spacey de seu filme Todo o Dinheiro do Mundo, que já estava pronto, para substituí-lo por Christopher Plummer, devido às acusações de assédio do ator. E isso num período de um mês, já que o filme deve estrear ainda em dezembro, para poder ter chances para o Oscar (abaixo o cartaz do filme com e sem Kevin Spacey). Mas é claro que para aqueles que acompanham a carreira de Ridley, isso não surpreende. Sempre instigante, muitas vezes mal-humorado, machão total, Ridley construiu um trabalho ao longo de cinco décadas, que muita gente pode até não gostar totalmente, mas não há como não admirar.

Imagem relacionadaResultado de imagem para todo o dinheiro do mundo 2017 poster

Para homenageá-lo escolhi aqui, meus cinco filmes preferidos do diretor. Dê uma olhadinha, e aproveite para fazer uma sessão especial para comemorar o dia com o velho mestre!

1 – Alien – o oitavo passageiro (1979)

Talvez ele tenha envelhecido um pouco, mas é impossível não ficar ainda chocado coma cena do alien saindo da barriga de John Hurt. É impossível descrever o que foi esse filme na época, aterrorizando toda uma geração. Transformou Sigourney Weaver em estrela, e gerou uma série de sequências, inclusive os reboots recentes, Prometheus e Covenant. E vem mais uma por aí, em 2019, também dirigida por Ridley.

Resultado de imagem para ridley scott directing alien

2 – Gladiador (2000)

Foi o início de uma parceria de vários filmes com Russell Crowe. O filme ganhou cinco Oscars, inclusive melhor ator e filme, mas Ridley só ficou na indicação. Aliás, ainda lhe falta um Oscar na carreira, mesmo tendo concorrido quatro vezes.

Resultado de imagem para ridley scott directing gladiator

3 – Thelma & Louise (1991)

Apesar de reconhecidamente ser um diretor de filmes “para homens”, Ridley sabe dirigir filmes com incríveis papéis femininos, que influenciaram toda uma geração. Além da Ripley de Alien, também tivemos Thelma e Louise (Susan Sarandon e Geena Davis simplesmente divinas), duas donas de casa que resolvem sair em uma aventura, mas logo passam a ser perseguidas pela polícia. O filme foi indicado para seis Oscars, mas ganhou somente o de roteiro.

Imagem relacionada

4 – Robin Hood (2010)

Muita gente torceu  nariz para essa versão da clássica história, mas eu adoro esse clima triste e o romance entre esse “Robin” e Marian mais velhos, feitos por Russell Crowe e Cate Blanchett. Havia a ideia de fazer uma sequência, mas o fracasso nas bilheterias fez com que isso não fosse para a frente. Pena!

Resultado de imagem para ridley scott directing robin hood

5 – Um Bom Ano (2006)

O mais improvável dos filmes. Russell Crowe e Ridley Scott fazendo uma comédia romântica. E só por isso, é extremamente diferente de qualquer outra que você já viu. Para quem gosta de vinhos, da França, e é claro, de Marion Cotillard, em seu primeiro papel de destaque no cinema americano.

Resultado de imagem para ridley scott directing a good year

Na Netflix, somente Gladiador e Robin Hood estão disponíveis. Mas lá também podem ser vistos Cruzada e A Lenda, que não entraram no meu Top 5. Para aqueles que estranham não ver na minha lista Blade Runner – O Caçador de Andróides, explico. Nunca vi a versão do diretor, aquela que todos dizem que é fantástica e extraordinária. Só vi aquela primeira, que passou nos cinemas que, confesso, não me marcou. Assim como Blade Runner 2049, que estreou este ano. Acho chato, e realmente só fica bom na meia hora final, a partir do momento em que Harrison Ford aparece. #prontofalei.

Imagem relacionada

Resultado de imagem para ridley scott directing blade runner 2049

Mas, além de ser um grande diretor, Ridley também é um produtor de visão. Não somente para o cinema – por exemplo, Assassinato no Expresso do Oriente, que estreou hoje nos cinemas, foi produzido por ele – mas também na TV. Ele está por trás de elogiados sucessos como minha favorita, The Good Wife, The Man in the High Castle, Taboo e The Good Fight.

Parabéns, Mr. Scott!

Resultado de imagem para ridley scott directing

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *