fbpx

Susan Sarandon e Kate Winslet fazem chorar em A despedida

Quando você vê um filme estrelado por Susan Sarandon e Kate Winslet, é óbvio que você se sente obrigada a ver. Afinal, as duas estão entre as melhores atrizes da história do cinema. Ambas são vencedoras de Oscars, e fazem qualquer filme ficar ótimo. Não é diferente em A Despedida, que está disponível nas plataformas digitais. Incluindo aí Now, iTunes, Google Play, Youtube Filmes, Vivo Play e Sky Play. Mas, já aviso, se prepare para chorar.

A matriarca Lily (Susan Sarandon) tem doença degenerativa e resolve não sofrer mais. Convoca então a família para passar o último fim de semana com ela e o marido Paul (Sam Neill). É como se fosse uma celebração de Natal, só que fora de época. A família inclui a filha certinha, Jennifer (Kate Winslet) . Ela chega com o marido meio banana Michael (Rainn Wilson), e o filho adolescente Jonathan (Anson Boon). A caçula Anna (Mia Wasikowska), a ovelha negra da família chega acompanhada da namorada, Chris (Bex Taylor-Klaus, de 13 Reasons Why). Também está presente a melhor amiga de Lily, Liz (Lindsay Duncan). Quando todos se reúnem conflitos do passado e do presente afloram. E a perspectiva da despedida se torna mais difícil.

A crítica

A Despedida é uma refilmagem de uma produção dinamarquesa de 2014 chamada Coração Mudo. Dirigido por Billie August, ganhou vários prêmios na Dinamarca e está disponível no Telecine. Em A Despedida, o diretor Roger Michell (de Um Lugar Chamado Notting Hill), escolheu uma casa maravilhosa, num lugar lindíssimo à beira do mar para contar a história. Parece um teatro filmado, já que tudo se passa neste ambiente, com somente oito personagens. Todos tem a chance de brilhar. Mia Wasikowska faz o usual, mas Kate é ótima sempre. Aqui parece pronta a explodir a qualquer momento. Repare na maneira como ela balança os braços. É um mero detalhe, mas que diz muito sobre o personagem. Gostei bastante dos momentos de enfrentamento das duas irmãs. Tem toda a ironia, o peso do passado entre ambas. Mas, o filme é claro, de Susan Sarandon.

Ela sabe fazer muito bem uma mulher à beira da morte. É só lembrar de Lado a Lado, com Julia Roberts (disponível na HBO Go). Assim como  a Jackie daquele filme, Lily é uma mulher inteligente, observadora, um tanto sarcástica, e que tem tiradas ótimas.  Algo como “eu estarei morta logo, você não vai descer?’. Ou seja, um tipo de diálogo perfeito para Susan. Mas ela também tem as cenas mais tocantes com o neto adolescente. E, é claro, a entrega de presentes. Foi ali onde mais chorei. 

O final é igualmente emocionante, só que o filme se perde um pouco com uma pequena reviravolta desnecessária. Mas que dá para Kate Winslet seu esperado momento de explosão. Mesmo sendo imperfeito, A Despedida é um belo filme que nos dá a oportunidade de ver essa atrizes gigantes em cena. 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *