fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

Quer viajar no romance com as histórias de Jane Austen?

Eu amo os livros de Jane Austen. Como boa romântica que sou, sou fã de seus romances fofos e finais felizes. Já li todos. Um pena que a autora teve uma vida breve e triste. Pelo menos é o que mostra o filme Amor e Inocência, de 2007. Pouco se sabe sobre a vida de Jane, tanto que boa parte da história do filme é mera imaginação. De qualquer maneira, me fez chorar. Está no Belas Artes a La Carte e vale a pena! Há também os filmes que tratam de histórias de fãs dos livros. Há o fofinho Austenland, com Keri Russell. E também O Clube de Leitura de Jane Austen, que eu adoro. Ambos estão no Looke.

Mas a lista aqui é de filmes fofos, românticos e com finais felizes. Esse era o estilo de Jane. Alguns não estão disponíveis atualmente. É o caso de Palácio das Ilusões ( o mais fraco), Amor e Amizade e A Abadia de Northhanger.   Mas há outros ótimos. Quer viajar no romance? Esses filmes estão disponíveis no streaming/plataformas digitais. E eu adoro todos!

Razão e SensibilidadeNetflix

Emma Thompson, que faz o papel principal, é também roteirista. E ganhou o Oscar por sua adaptação do livro. O filme concorreu a outros seis prêmios, inclusive filme, atriz e atriz coadjuvante (Kate Winslet). Na história,  Emma é Elinor Dashwood . Quando seu pai morre, as finanças de sua família ficam numa situação difícil. Após a mudança para um chalé em Devonshire, a irmã de Elinor, Marianne, se apaixona pelo belo John Willoughby. Enquanto isso, as esperanças românticas de Elinor com Edward Ferrars são prejudicadas devido a um compromisso do rapaz.  O filme tem uma de minhas  cenas preferidas da vida, entre Hugh Grant e Emma, quase no final. Impossível não se emocionar. Emma Thompson sempre me faz chorar.

Persuasão – Apple TV e Google Play para aluguel e compra

É uma das adaptações menos conhecidas de livros de Jane Austen. Mas é belíssima. Há sete anos, Anne Elliot (Amanda Root) rompeu seu noivado com Frederick Wentworth (Ciarán Hinds). O motivo foi a pressão familiar porque ele era apenas um pescador. Agora, a família tem que alugar sua casa para o Almirante Croft. É quando Anne descobre que Frederick se tornou um rico capitão, em busca de uma esposa. Mas será que ele vai casar com uma de suas pretendentes. Ou vai perdoar Anne pela escolha do passado? Dakota Johnson vai estrelar uma nova versão do romance como Anne. Vai chegar na Netflix em 2022.

Orgulho e Preconceito – Netflix

O cinema e a TV já fizeram várias versões do romance. Começando em 1940, com Laurence Olivier como Darcy, e passando pela premiada minissérie com Colin Firth. Esta é de 2005, e foi indicada a quatro Oscars, inclusive melhor atriz para Keira Knightley. É belíssima, e Matthew MacFadyen está maravilhoso como Darcy.  na história, Elizabeth Bennet vive com sua família no campo, na Inglaterra. Por ser a filha mais velha, ela enfrenta uma crescente pressão de seus pais para se casar. Quando Elizabeth é apresentada ao belo e rico Darcy, faíscas voam. Embora haja uma química óbvia entre os dois, a natureza excessivamente reservada de Darcy ameaça a relação. Vejo, e revejo, e revejo sempre!

Há também um outro filme que apresenta uma releitura da história. É Orgulho, Preconceito e Zumbis, com Lily James. É muito divertido, e está em video o demand nas plataformas digitais.

EmmaTelecine

Há uma versão fofinha, com Gwyneth Paltrow da história, e também  a releitura de As Patricinhas de Beverly Hills. Mas eu adorei esse filme mais recente, de 2020, estrelando Anya Taylor – Joy. Ela é  Emma Woodhouse, uma jovem rica e inteligente. Emma não tem pretensões de se casar tão cedo para ficar sempre perto do pai. Porém, isso não a impede de dar uma de ‘casamenteira’. Ou seja, tenta juntar casais que considera apropriados entre seus conhecidos. Mas ela nem percebe os problemas que surgem por sua imaginação e teimosia.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Últimas Notícias

Streaming

O povo americano tem o seu dia da independência como uma das datas mais celebradas do ano. É quando soltam fogos, se reúnem para...

Streaming

O gênero da comédia romântica tem uma linguagem universal. Mas, é claro, que foi Hollywood que criou o esqueleto principal dessas histórias que envolvem...

Gossip

Ricky Martin sempre me passou a imagem de um cara gente boa, esforçado e bem-humorado. Cheguei a vê-lo na Broadway fazendo Che Guevara numa...

Streaming

No sábado, a internet em casa ficou meio capenga então resolvi dar uma olhadinha em dois filmes da Amazon Prime que eu tinha baixado...

Streaming

Carnival Row estreou há uns três anos na Amazon Prime. Era uma daquelas séries que eu sempre pensava em começar a ver, mas acabava...

Você também pode gostar de ler

Streaming

A lista da Netflix para esse mês de julho está bem boa. Tem um monte de coisas, mas eu separei aqueles 10 filmes e...

Streaming

Quando li a sinopse de Toscana, que está na Netflix, logo me lembrei de Um Bom Ano. Pra quem nunca viu, o filme traz...

Streaming

Eu sei que tem muita gente que não gosta de filmes de terror. Mas eu não poderia deixar de passar em branco um sexta-feira...

Streaming

A minha dica especial da semana de cinema é O Peso do Talento, com Nicolas Cage, que está estreando nessa quinta. Surpresa: um filme...

Streaming

Adam Sandler foi um dos primeiros atores a fechar contrato com a Netflix. Desde então fez várias comédias por lá, como o megassucesso Mistério...

Streaming

Todo mundo adora Omar Sy, certo? Ele é ótimo, e seus filmes são sempre interessantes. Então quando li que ele tinha se juntado com...

Streaming

Quando 365 dias estreou, logo no início da pandemia, foi um enorme sucesso. Vinha naquele caminho de soft porn, que de vez em quando...

Streaming

Lembro uma época em que o diretor Jim Jarmusch era “o cara” do momento. Foi nos anos 80, quando fez Estranhos no Paraíso e...