fbpx

Para saber mais sobre o cinema de Michel Piccoli!

 data-srcset

O cinema perdeu mais um grande ator. O francês, filho de imigrantes italianos, Michel Piccoli, faleceu na semana passada de um acidente vascular cerebral aos 95 anos. Só agora a notícia foi divulgada. Era considerado um dos melhores atores franceses da história. Ganhou prêmios em Cannes, Berlin, Avoriaz, Veneza, Locarno, entre outros. Trabalhou com os mais consagrados diretores – Godard, Buñuel, Louis Malle, Hitchcock, René Clement, entre outros. Dirigiu cinco filmes, mas estava aposentado desde 2014, quando fez Le goût des myrtilles, com Natasha Parry. Têm mais de 230 trabalhos como ator, segundo o IMDb. Era um dos maiores.

Alguns de seus filmes estão disponíveis no streaming. Faltam vários como As criaturas, O Discreto Charme da Burguesia, Atlantic City, O desprezo, entre outros.  Mas, há sempre uma boa oportunidade de ver uma grande atuação de Michel Piccoli em algum filme inesquecível.

Duas Garotas Românticas  – Telecine Play

Que delícia de filme, com as irmãs da vida real Catherine Deneuve e Françoise Dorleac (que morreu num acidente de carro logo depois). Elas são Delphine e Solange, duas irmãs gêmeas de 25 anos, radiantes e espirituosas,  que dão aulas de dança e música. Elas sonham em ir a Paris e aproveitam a oportunidade quando uma trupe de fora passa pela cidade. Tudo isso acontece enquanto nossas heroínas gêmeas procuram o amor ideal. Michel faz o dono da loja de discos, Simon. No elenco ainda estão Gene Kellye Jacques Perrin, com músicas de Michel Legrand, e direção de Jacques Demy. “Adorable”!

Topázio – Telecine

Na minha opinião, é um dos filmes mais fracos de Hitchcock, mas mesmo assim é bom. Baseado no livro de Leon UrisNele, espiões americanos, franceses e cubanos competem por segredos em uma ação que vai do Harlem até Paris e Havana, durante a Guerra Fria e a Crise dos Mísseis Cubanos, em 1962. Michel é Jack Granville, um personagem-chave em toda a história #semspoilers

Paixão – Telecine

Uma mistura de comédia e drama dirigida por Jen-Luc Godard. Paixão é o nome do filme que um diretor polonês (Jerzy Radziwilowicz) está rodando na França. Só que ele está desgostoso e sem inspiração. Toda a equipe se hospeda em um hotel, que é dirigido por um casal (Michel Piccoli e Hanna Schygulla). Ainda há a empregada que foi demitida de uma fábrica (Isabelle Huppert)  e se interessa pelo diretor . Tudo ao estilo de Godard, claro.

O Fantasma da Liberdade – Telecine

Bem, você tem que estar preparado para esse filme dirigido por Luis Buñuel, que não tem uma narrativa linear, com sequências bem surreais. O objetivo é uma clara crítica à sociedade e à moralidade. Além de Michel Piccoli, também estão Adolfo Celi, Jean-Claude Brialy, Jean Rochefort e Monica Vitti.

A Bela da Tarde – Looke

Filme sensual e provocador também dirigido por Buñuel. Esse foi o maior sucesso comercial do diretor. Catherine Deneuve é Severine, uma dona de casa rica e infeliz, que decide passar as tardes como uma prostituta em um bordel. Jean Sorel é o marido, Pierre, que não sabe de nada, e Michel Piccoli é Henri, o conhecido da família, que é louco por ela e descobre seu segredo.

Habemus papam – Temos Papa  – Looke

Após a morte do Papa, o conclave do Vaticano se reúne para escolher seu sucessor. Após várias votações, enfim há um eleito. Os fiéis, amontoados na Praça de São Pedro, aguardam a primeira aparição do escolhido (Michel Piccoli), mas ele não vem a público por não suportar o peso da responsabilidade. Tentando resolver a crise, os demais cardeais resolvem chamar um psicanalista (Nanni Moretti, também diretor) para tratar o novo Papa. Michel foi premiado com o David di Donatello como melhor ator por esse filme.

Sangue Ruim – Petra Belas Artes a La Carte

Depois da passagem do cometa Halley pela França, os cidadãos parisienses sofrem as consequências: além do forte calor, eles devem conviver com um vírus se alastra pelo país, matando todas as pessoas que fazem sexo sem amor. Enquanto isso, um homem desesperado e cheio de dívidas, se arrisca num plano para roubar o antídoto num prédio do governo, contando com a ajuda de um rapaz dividido entre duas mulheres: sua namorada adolescente e a amante do próprio líder da ação (Michel Piccoli). As duas mulheres são Juliette Binoche e Julie Delpy

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *