fbpx

O fofo e bobinho filme do Réveillon real

Um monte de filmes de Natal são produzidos e estão disponíveis no streaming. Mas há um número bem menor deles que falam sobre a noite de ano novo. Claro, há Noite de Ano Novo, dirigido por Garry Marshall, que eu gosto bastante, e ainda momentos importantes da história do filme Sex and the City e de Harry e Sally: Feitos um para o outro. Mas, outro dia, achei na Amazon Prime Video um filme chamado Réveillon Real, da Hallmark.

O Réveillon Real

Depois de ter visto vários filmes tristes e até meio deprimentes, como A Voz Suprema do Blues e O Céu da Meia-Noite, Réveillon Real era exatamente a história bobinha que eu estava precisando. Daqueles para acreditar que o mundo pode ser cor de rosa, sabe? A aspirante a estilista Caitlyn trabalha numa revista de moda para a antipática Abigail (a pantera Cheryl Ladd, lembra?). Num desses encontros improváveis, ela conhece Jeff, que ela pensa ser um aspirante a ator. Nesse mesmo dia, recebe o grande desafio de fazer um vestido para a socialite Isabelle para sua festa de Réveillon. É nessa noite que espera-se que o príncipe Jeffrey irá pedi-la em casamento. O que Caitlyn não imaginava é que Jeff e o príncipe Jeffrey fossem a mesma pessoa.

Ou seja, história bobinha, mas que sempre funciona para descansar a cabeça. Claro, não espere grandes produções, roteiro, ou atuações. Apesar de que Cheryl Ladd está ótima de vilã (apesar da cara repuxada demais). Jessy Schram, que foi Cinderela na série Once Upon a Time,  faz um papel mais ou menos parecido aqui. Já Sam Page, o príncipe, é o rei dos filmes bobinhos da TV americana. Mas também esteve em Switched at Birth, e foi Connor Ellis de House of Cards.

E no final, desafio você a não ter um sorriso no rosto. Em tempos como os de hoje, é o que a gente precisa!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *