fbpx

O momento para Robin Wright brilhar em House of Cards

A última temporada de House of Cards estreou hoje na Netflix. Só que, além de ser o fechamento de uma história fascinante, a série será lembrada como uma oportunidade incrível para ver Robin Wright brilhar. Afinal, como Claire Underwood, alçada a presidente dos Estados Unidos. Além disso, com o escândalo envolvendo Kevin Spacey , ela se tornou a única protagonista dessa última temporada.

Nada mais justo. Desde a primeira temporada da série, Robin arrasou com sua personagem. Chegou a ganhar o Globo de Ouro na segunda temporada. Mas, para mim, que sou fã de Robin desde que ela estreou no cinema com o lindo A Princesa Prometida, é um reconhecimento mais do que merecido. Entre meus filmes preferidos da estrela estão A Vida Íntima de Pippa Lee (2009), Uma Carta de Amor (1999), Loucos de Amor (1997) e, é claro, Corpo Fechado  (2000). Este último está disponível na Netflix. Entretanto, ela não estará em Vidro, a continuação de Corpo Fechado e Fragmentado.

Além de Corpo Fechado e House of Cards, também há outras produções da Netflix, onde há a oportunidade de ver Robin, uma de minhas atrizes preferidas, brilhar. Veja aqui:

Forrest Gump

Robin foi indicada ao Globo de Ouro e ao SAG’s por sua interpretação como Jenny, o grande amor da vida de Forrest (Tom Hanks). O interessante é que, na época, Demi Moore, Nicole Kidman e Jodie Foster já haviam recusado o papel. Robin foi excepcional como a jovem numa jornada de auto-destruição, até que … o caminho dela e de Forrest voltam a se cruzar.

Millenium: Os Homens que não Amavam as Mulheres

Nessa versão da história, Robin é Erika Berger, a sócia de Michael (Daniel Craig) e sua amante ocasional. Apesar de ser casada, ela é um dos motivos do afastamento de Michael e Lisbeth Salander (Rooney Mara).

Todas as fotos são de divulgação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *