fbpx

Filmes para ver com Brian Dennehy!

 data-srcset

Você com certeza conhece a cara dele de grandes filmes. Normalmente, no cinema, Brian Dennehy era aquele coadjuvante que dava a certeza que você iria encontrar uma história envolvente.  No teatro era um dos grandes ( fisicamente e artisticamente). Ganhou dois Tonys, com interpretações de histórias de Eugene O’Neil, Longa Jornada Noite Adentro A Morte do Caixeiro Viajante. Tive a honra e o prazer de vê-lo ao vivo na Broadway em 2014, numa bela montagem de Love Letters – Cartas de Amor. Mesmo com um problema na perna, aquele rosto  e aquela voz eram inigualáveis. Brian Dennehy faleceu hoje, aos 81 anos, de causas naturais.

Brian Dennehy e Mia Farrow em Love Letters, na Broadway

No cinema, ele estreou tarde, fazendo pequenas partiipações em várias séries como Kojak em 1976. No ano seguinte, seu primeiro papel em um filme importante, como o cirurgião de À Procura de Mr. Goodbar.  Mas eu realmente só prestei atenção nele quando o vi em um de meus filmes favoritos da vida, Golpe Sujo (infelizmente indisponível no streaming). Seu diálogo sobre o guarda-chuva me faz chorar de rir até hoje.

Os prêmios de cinema

Brian ganhou o SAG’s e o Globo de Ouro de ator em filme para TV/Minissérie em 2000 por sua atuação no filme para TV de A Morte do Caixeiro Viajante.  Como produtor do filme, levou também o Producer’s Guild Award. Concrreu cinco vezes ao Emmy. Trabalhou até o fim. Tem dois filmes em pós -produção: Son of the South, como Lucy Hale e Julia Ormond, e Long Day Journey, com Danny Glover.

Infelizmente, vários dos filmes mais incríveis do Brian como o próprio Golpe Sujo, Cocoon e o premiado A Morte do Caixeiro Viajante não estão disponíveis em streaming. Para quem como eu, era muito fã do ator, aqui vão algumas dicas de filmes e séries com ele disponíveis no streaming:

Nas séries…

The Blacklist – Netflix

Na série, Brian era Dominic Wilkinson, um ex-agente da KGB, e pai de Katarina Rostova. Apareceu na série pela primeira vez na segunda temporada. Desde então fez aparições esporádicas. Seu último episódio foi no 10º episódio da 7ª temporada.

Hap and Leonard – Amazon

A série teve três temporadas sobre  um grupo que sai em busca de um tesouro que estaria escondido num lago nos anos 80. Brian participou da segunda temporada como o xerife Valentine Otis.

No cinema…

Silverado – Netflix

Esse clássico do faroeste chegou há pouco na Netflix. Ele conta a história de  Emmett (Scott Glenn), que  reúne um grupo de vaqueiros desajustados, e chega na cidade conturbada de Silverado em busca de fortuna. Logo o grupo descobre que a cidade caiu nas mãos do ganancioso fazendeiro Ethan McKendrick (Ray Baker) e do corrupto xerife Cobb (Brian Dennehy), com quem muitos dos homens de Emmett têm negócios inacabados.

Romeu e Julieta – Now/ Claro Vídeo

Essa adaptação dos anos 90 foi um grande sucesso de bilheteria, mostrando a história famosa de Romeu e Julieta adaptada aos tempos modernos. Nos papéis principais os muito jovens Claire Danes e Leonardo DiCaprio. Brian é Ted Montague, da família de Romeu.

The Seagull – HBO Go

Um dos mais recentes filmes de Brian. Baseado na peça A Gaivota, de Tchekhov, sobre uma estrela que está envelhecendo (Annette Bening), que chega com seu amante (Corey Stoll) na casa de seu irmão mais velho (Brian Dennehy).

Ratatouille – Globoplay e Now/ Claro Vídeo

A voz de Brian sempre foi um de seus diferenciais. Em Ratatouille, ele é o pai de Remy, Django, e líder da colônia dos ratos. Remy, para quem não sabe, sonha em ser cozinheiro, e faz uma aliança improvável com um jovem aprendiz.

Rambo – Disponível para aluguel – R$2,90 no Google Play

Quem viu Rambo: Programado para Matar com certeza odiou Brian. Isso porque ele era o grande antagonista da história, o xerife Will Teasle, disposto a tudo para manter a lei do seu jeito. E, é claro, dificulta muito as coisas para John Rambo (Sylvester Stallone).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *