fbpx

Deep Water é uma série policial curta e boa da Netflix

Eu assisti a primeira – e única –  temporada de Deep Water há algum tempo. A série australiana está disponível na Netflix, mas, por alguma razão acabei não escrevendo sobre ela. É de 2016, e tem só quatro episódios. Lembro que tinha achado ok. E agora, meu amigo José Augusto Paulo a descobriu e resolveu fazer um texto sobre ela. Veja abaixo:

Deep Water

Passei a oportunidade de assistir essa curta serie da Austrália algumas vezes. Mas numa ocasião em que apareceu listada entre as categorias na Netflix, decidi dar uma chance aos australianos. E achei que valeria a pena.

A história é relativamente simples, mesmo para uma serie policial. Dois detetives investigam um assassinato brutal perto da famosa Bondi Beach.   Eles são Tori Lustigman ( a petite e bela Yael Stone – Orange is the new Black ) e Nick Manning ( o interessante – mas sem aquele bigode…- Noah Taylor – Vanilla Sky). Logo estabelecem que este pode ser parte de uma serie de crimes contra gays  que acontecem naquela area desde os anos 80. E Tori tem um irmão que supostamente morreu afogado, naquela área, em 1989…

Para entender …

Para se entender melhor a trama, é preciso lembrar que a Austrália teve mudancas radicais e inesperadas nos ultimos trinta anos. O país hoje tem o celebrado Mardi Gras (na mesma época do carnaval brasileiro). Ele se transformou em uma das mais famosas paradas do orgulho gay do mundo. Mas até os anos 80 tinha uma sociedade claramente homofóbica. Sua polícia, especialmente, tinha fama de ignorar ou quase os crimes contra homossexuais. Isso, inclusive, é algo que alguns dos personagens da série relembram. E nela, apesar da sua conexão pessoal, a detetive Tori está também tentando fazer seu trabalho independente de como ela se sinta com relação  às vitimas.

A série é dirigida por Shawn Seet, que tem uma longa experiencia com series para a TV australiana. Deep Water tem um ritmo que nem sempre é constante. E também atuações que por vezes poderiam ser melhores. Mas as tensões são mostradas de forma convincente. A fotografia ajuda com ângulos belos ao redor da área de Bondi, com bom uso do posicionamento de cameras e justaposições. 

Vale como história policial. Também para mostrar a famosa praia australiana e por dar uma perspectiva diferente em preconceitos antigos. Mas é curta e quando eu a estava apreciando mais, a série chegou ao fim.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *