fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

#Alive é o filme de zumbis da época da pandemia

Eu sou grande fã das produções sul-coreanas, especialmente as de zumbis. Adoro Invasão Zumbi, para mim o melhor filme já feito no gênero. E também admiro demais a série Kingdom, tanto que estou aguardando ansiosamente a terceira temporada na Netflix. Dessa forma, quando Netflix anunciou o filme #Alive, que também se passava num universo de apocalipse zumbi, fiquei bem entusiasmada. Entretanto, ele não me impressionou como os anteriores. Aliás, em vários momentos me lembrou o francês A Noite Devorou o Mundo.

Oh Joon-woo, é um jovem apaixonado por games que, sózinho em casa,  presencia o início do apocalipse zumbi da janela de seu apartamento. Trancado lá, ele passa os dias sem saber o que aconteceu. Logo. a sociedade vai se desfazendo, ele ele fica sem água, energia e comida. Oh Joon-woo começa  então a perder suas esperanças, e cogita cometer uma loucura. Até que ele descobre a existência de uma outra sobrevivente, Kim Yoo-bin. Juntos, eles decidem procurar um refúgio.

A crítica

É preciso dizer que não é que #Alive seja ruim. Provavelmente minha expectativa era muito alta. O filme tem bons momentos de tensão, especialmente quando Oh Joon-woo tenta sair de seu apartamento. O problema é o tempo que ele passa lá dentro. Li em algum lugar que esse tempo era para mostrar como os milennials coreanos pensam e reagem. Não sei se é bem isso, mas se tornou cansativo. Demora para a história engrenar na primeira metade do filme. A partir do momento em que o personagem resolve tomar uma atitude, e especialmente após encontrar Kim Yoo-bin, #Alive encontra seu caminho. Acontecem vários momentos de susto e suspense, e até uma reviravolta inesperada.

#Alive é um filme que ganha um aspecto curioso ao ser lançado durante a pandemia. Logo no início, enquanto assiste TV, Oh Joon-woo ouve o aviso. “Os cidadãos devem ficar em casa e evitar sair”. Parece premonitório, não? O filme foi rodado em 2019, mas lançado nos cinemas sul-coreanos em junho. Ao falar de temas como anomia, isolamento urbano, e a conexão através da tecnologia durante um período de isolamento, ele acaba sendo mais relevante do que jamais teria esperado.

 

 

 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Streaming

O Festival de Cannes é o mais renomado e importante de todos os festivais. Foi criado em 1946, e o prêmio principal na época...

Streaming

Sei que muita gente não gosta de Jennifer Lopez por motivos variados. Não sou um delas. Acho que ela é um boa atriz, admiro...

Streaming

A Netflix vive colocando e tirando filmes de seu serviço. Então eu separei aqui seis deles, que sairão em breve do serviço, mas valem...

Cinema

Há certos tipos de humor que, sinceramente, não consigo entender. Por exemplo, lembro-me de uma época em que Orange is the New Black era...

Cinema

Mad Max: Estrada da Fúria foi um grande sucesso de público e crítica quando foi lançado em 2015. Na época, escrevi o seguinte na...

Você também pode gostar de ler

Streaming

Há alguns milhões de anos eu assisti a minissérie Shogun, com Richard Chamberlain. Gostei, mas não me marcou, tanto que pouco me lembro dela...

Streaming

Provavelmente você já ouviu falar da minissérie inglesa Bebê Rena, que está na Netflix. Muita gente tem me perguntado sobre ela nas redes sociais...

Streaming

Sabe aquela situação em que você acompanha filmes e séries que tem uma certa similaridade? Pois foi o que aconteceu com meu amigo José...

Streaming

Há muito tempo, eu assisti o filme clássico francês O Salário do Medo. Dirigido por Henri Georges Clouzot, tinha Yves Montand no papel principal....

Cinema

As histórias de amor que mais me comovem são aquelas que partem do princípio do “E se”. Esse nome me veio depois de assistir...

Streaming

Um tipo de história que sempre mexe comigo é a de reencontros com amores do passado. Daquele tipo o que poderia ter sido, mas...

Streaming

Eu estava em busca de um filme curtinho, desses de 1h30. E achei Capitã Nova, uma produção holandesa de ficção-científica, disponível na Netflix. Esses...

Streaming

Na época de minha adolescência, como muita gente mais, eu achava Rob Lowe um dos atores mais lindos da época. O primeiro ano do...