fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

A Última Carta de Amor da Netflix é um romance para emocionar

Há uma coisa que sempre me emociona quando vejo filmes românticos. É o “e se…”. Ou seja, caminhos que poderiam ter sido seguidos e não foram. E, com isso, a vida muda completamente. Esse é um dos pontos de A Última Carta de Amor, que estreou esse fim de semana na Netflix. É baseado no livro de Jojo Moyes, a mesma de Como eu Era Antes de Você.  A Última Carta de Amor não é triste como esse último, mas funciona como um belo romance, com um toque de melodrama. Daqueles que faz tempo que você não vê no cinema ou no streaming.

O filme se passa em duas épocas. A primeira, em 1965, uma mulher casada, rica e infeliz, se apaixona por um jornalista. Os dois trocam várias cartas de amor. A segunda se passa nos dias atuais. Uma jornalista encontra uma das cartas que o casal de 1965 trocou. E fica comovida com a história que lê. Parte então para uma pesquisa para encontrar outras cartas e descobrir o que aconteceu com aqueles dois do passado. Para isso, ela conta com a ajuda de um arquivista do jornal onde trabalha.

https://www.youtube.com/watch?v=AfwAAH0sQEQ&t=62s

A crítica

Eu adoro um bom melodrama. Daqueles que tiveram seu ápice nos anos 50, tipo Imitação da Vida ou Palavras ao Vento. Entre produções mais recentes, me lembro de Diário de uma Paixão. A Última Carta de Amor tem todos os ingredientes do gênero. Gente muito bem vestida e maquiada (Shailene Woodley está linda). E ainda uma história com vários clichês como perda de memória, encontro em estação de trem, amor impossível. E, claro, cartas de amor que podem cair nas mãos erradas. Eu adoro filmes sobre cartas de amor (veja a lista aqui.)

Tudo isso é feito com carinho pela diretora Augustine Frizzell (ela também dirigiu o piloto de Euphoria). Especialmente ao som de uma interessante trilha sonora. A primeira parte, que se passa nos anos 60, é perfeita. Shailene, Callum Turner e Joe Alwyn convencem como o triângulo amoroso. Você fica querendo saber mais sobre eles. Já a segunda parte, com Felicity Jones, não funciona tão bem. Há uma falta de química entre ela e Nabhaan Rizwan. E a história também tem alguns pequenos buracos. Mas tudo isso é perdoável. O final – #sem spoilers – é um dos mais lindos que vi nos últimos tempos. Especialmente para que sempre se emociona com o “e se…”.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Cinema

Tenho tentado assistir a boa parte dos filmes que estão participando do Oscar ( já vi todos os principais que concorrem a melhor filme)....

Streaming

Já faz um tempo que todo mundo estava esperando para ver o último filme candidato ao Oscar de melhor filme estrear. E agora Ficção...

Cinema

Mais de dois anos depois, a segunda parte de Duna chega aos cinemas nessa quinta. Duna : Parte 2 é mais grandioso, e tem...

Streaming

Fiquei muito feliz quando tanta gente aplaudiu Barbra Streisand durante sua homenagem com o prêmio de carreira do SAG Awards. Barbra é uma mulher...

Premiações

O 39º Independent Spirit Awards aconteceu hoje (25) em Santa Monica, na Califórnia. Para quem não conhece, o evento premia os melhores entre as...

Você também pode gostar de ler

Cinema

Michael Mann é um aficionado por corrida de carros. Já tinha produzido o ótimo Ford vs Ferrari ( disponível no Star Plus) . E...

Streaming

Um tipo de história que sempre mexe comigo é a de reencontros com amores do passado. Daquele tipo o que poderia ter sido, mas...

Streaming

Eu estava em busca de um filme curtinho, desses de 1h30. E achei Capitã Nova, uma produção holandesa de ficção-científica, disponível na Netflix. Esses...

Streaming

Quando você começa a assistir a produção espanhola Nosso Verão (disponível na HBO Max) é impossível não lembrar de Cartas para Julieta, ou mais...

Cinema

Hoje em dia, com a popularização do streaming, alguns fatos curiosos acontecem. Filmes que teriam tudo para ir bem no cinema vão direto para...

Cinema

365 dias, da Netflix, foi um grande sucesso na Netflix. O primeiro filme até tinha um certo atrativo, com cenas calientes, mas os outros...

Streaming

Na época de minha adolescência, como muita gente mais, eu achava Rob Lowe um dos atores mais lindos da época. O primeiro ano do...

Streaming

Um amigo já tinha me avisado sobre esse filme. Mas eu não me lembrava se ele havia falado se era ruim ou bom, rs....