fbpx

O choque inicial de Euphoria na HBO

 data-srcset

O primeiro trailer de Euphoria, nova série da HBO, que estreia nesse domingo, às 23 horas, já demonstrava que ela não estava disposta a meias palavras. E depois de ver o primeiro episódio, é possível dizer que é provocativa e altamente explícita. Perto dela, 13 Reasons Why é série do Disney Channel. A primeira temporada têm oito episódios. Produzida por Drake, e estrelada por Zendaya, ela fala sem rodeios sobre sexo, violência, drogas entre jovens adolescentes nos Estados Unidos.

A história

Baseada numa série homônima israelense, Euphoria acompanha as histórias de Rue (Zendaya), viciada em drogas, que volta da reabilitação, e cai de novo na vida. Junto com ela, há as experiências alunos do ensino médio e suas questões cotidianas. Todos esses garotos parecem destinados a um fatalismo e auto-destruição. Suas atitudes no que diz respeito a sexo e drogas provavelmente vai deixar você de queixo caído. Um exemplo é uma cena em que uma jovem descobre que a amiga é virgem, ela diz ” Cara, isso aqui não são os anos 80. Você tem que arrumar um c*****!” Ou seja, esteja preparado.

Além disso, há uma garota transgênero, Jules (Hunter Schafer), que acabou de se mudar para a cidade. É interessante a maneira como a descoberta que ela é transgênero ocorre  na série para o expectador. O assunto não é mencionado, mas é possível perceber quando ela é vista somente de calcinha. Jules também encontra um homem – bem mais velho, vivido pelo McSteamy, Eric Dane, com quem ela tem um encontro – mais para um estupro –  num motel. E esse cara tem ligações com outro personagem da história.

As influências

Em alguns momentos, me lembrou o filme Kids, de 1995. Mas, aqui, com as redes sociais à toda, e que nada pode ser totalmente apagado da história, tudo fica muito mais agressivo. O criador da série, Sam Levinson (filho do diretor Barry Levinson,  de filmes como Avalon e Rain Man), diz que a série também tem muito de suas experiências como um adolescente com problemas com drogas. “Havia uma voz dentro de mim que era clara com o dia, que dizia ‘pare de usar drogas’. Eu estou limpo há 14 anos!”

Drake, Sam Levinson e Zendaya na pré-estreia da série. Foto Getty

O elenco

No elenco, além de Zendaya e Eric Dane, há outras figuras conhecidas. Jacob Elordi, de A Barraca do Beijo, como um astro da escola que aterroriza todo mundo. Storm Reid, a garota chatinha de Uma Dobra no Tempo, é a irmã de Rue. Sidney Sweeney (Cassie) esteve em Objetos Cortantes e em O Conto da Aia. E também há Algee Smith, de O Ódio que Você Semeia, como Chris. Aliás, Algee entrou na série depois que o outro intérprete de Chris, o rapper Brian “Astro” Bradley desistiu da série. Segundo se sabe, ele teria ficado desconfortável com algumas cenas que não estaria no roteiro do piloto e que sugeria que seu personagem iria ter encontros homossexuais em futuros episódios.

No final…

Ou seja, não é uma série fácil. Já se sabe inclusive que no segundo episódio haverá uma cena em que 30 (sim, 30) pênis serão mostrados . Ou seja, não é para todos os públicos. É difícil dizer se a série é boa só tendo assistido o primeiro episódio. Confesso que estou um pouco cansada de filmes e séries de adolescentes que se drogam todo o tempo. Já vi muito disso. Mas é preciso admitir que a “pegada” de Euphoria é totalmente inesperada. Fiquei curiosa para ver mais.

Fotos de divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *