fbpx

10 Filmes para celebrar a Sexta-feira Santa

A sexta-feira santa está aí, e para quem gosta de aproveitar a oportunidade para ver filmes que tenham a ver com religião, crença, a história de Jesus, a TV  e o streaming têm várias opções. Afinal, Hollywood já produziu um monte de filmes do gênero, desde os grandes clássicos, até produções recentes. Então veja quais estão disponíveis.

Rede Brasil

A Rede Brasil de Televisão fez uma programação especial com clássicos que são difíceis de achar no streaming. Já a partir de hoje (9), às 21h30, será possível ver Quo Vadis, com Robert Taylor e Deborah Kerr, que mostrava o nascimento do Cristianismo. Amanhã, sexta-feira santa, irá mostrar O Rei dos Reis, o primeiro filme a mostrar a vida de Jesus Cristo, com Jeffrey Hunter no papel principal. Começa a partir das 23h30. E no sábado (11), também a mesma hora, tem O manto Sagrado, com Victor Mature e Richard Burton, sobre a jornada do tribuno romano que mandou crucificar Jesus Cristo

E no streaming têm muito mais…

Os Dez Mandamentos  – Amazon Prime Vídeo

Um dos poucos clássicos disponíveis  nas plataformas de streaming mais populares é Os Dez Mandamentos. Ele concorreu ao Oscar de melhor filme em 1957, mas só ganhou o de feitos especiais. Charlton Heston é Moisés. O filme começa desde o momento em que o recém-nascido, foi colocado nas águas em um cesto e acabou sendo adotado por uma princesa egípcia. Acompanha ainda o momento em que descobre sua real condição e decide liderar seu povo que, escravizado pelos egípcios, anseia pela liberdade. Yul Brynner fazia Ramsés.

Últimos dias no Deserto – Netflix e Telecine Play

Jesus Cristo (Ewan McGregor) viaja sozinho pelo deserto, em sua peregrinação rumo a Jerusalém. No caminho ele encontra um garoto (Tye Sheridan), cuja mãe está gravemente doente, que possui um relacionamento complicado com o próprio pai (Ciarán Hinds). Jesus permanece com eles por algum tempo, tentando ajudá-los ao mesmo tempo em que precisa lidar com as tentações do Diabo (também feito por Ewan McGregor).

O Jovem Messias – Netflix/Globoplay

Há poucos filmes sobre a infância de Jesus. Aqui, em O Jovem Messias, Jesus vive com sua família em Alexandria, onde eles fugiram do massacre de crianças. Com a morte do Rei, eles voltam para Nazaré, sem saber que o herdeiro é como o pai, e está determinado a matar Jesus.

Milagres do Paraíso – Netflix/ Globoplay

Hollywood costuma a produzir muitos filmes baseados em fatos reais, onde a fé representa uma força importante para todos os envolvidos. Este, estrelado por Jennifer Garner, é um dos mais emocionantes. Christy (Jennifer Garner) e Kevin Beam (Martin Henderson) são pais de três garotas: Abbie, Annabel e Adelynn. Cristãos convictos, os Beams vão à igreja com frequência. Um dia, Annabel começa a sentir fortes dores na região do abdome. Após muitos exames, é constatado que a garota possui um grave problema digestivo. Tal situação faz com que Christy busque a todo custo algum meio de salvar a vida da filha, ao mesmo tempo em que se afasta cada vez mais de sua crença em Deus.

Superação: O Milagre da Fé – Telecine Play / Now (Claro Vídeo)

Outro filme na mesma linha de Milagres do Paraíso. Em uma cidadezinha do Missouri, Joyce (Christy Metz) e Brian (Josh Lucas) são os pais adotivos do pequeno e talentoso John. Com 14 anos, ele promete ser um sucesso no basquete. Mas, de repente, o futuro promissor que o aguardava é afastado por um trágico acidente que faz o garoto ser dado como morto. Certa de que sua fé pode alterar o rumo das coisas, Joyce une forças para pedir a Deus por um milagre. Baseado em uma história real, o filme teve sua canção-tema I’m Standing with You indicada ao Oscar desse ano.

O céu é de verdade – Netflix

Também baseado em fatos reais, foi um grande e surpreendente sucesso de bilheteria. Todd Burpo (Greg Kinnear) é pastor e bombeiro voluntário em uma pequena cidade do Nebraska. Ele e sua esposa (Kelly Reilly)enfrentam uma situação complicada quando seu filho, Colton, precisa ser operado às pressas devido a uma apendicite. Felizes com a recuperação milagrosa da criança, eles não estão preparados para o que vem a seguir. Colton conta que foi ao céu e voltou e diz coisas que não teria como saber. Convicto de que o filho visitou o paraíso, Todd passa a questionar sua própria fé naquilo que pregava até então.

Noé – Netflix

O filme teve uma carreira controversa pois muitos não ficaram felizes com a forma como Noé era retratado na história. Tanto que foi banido em alguns países. Dirigido por Darren Aronofsky, tem Russel Crowe no papel principal, e ainda Jennifer Connelly e Ema Watson no elenco. Noé vive com a esposa Naameh e os filhos Sem, Cam e Jafé em um mundo devastado pelo pecado, onde os homens perseguem e matam uns aos outros. Um dia, Noé recebe uma missão divina do Criador: construir uma imensa arca, que abrigará os animais durante um dilúvio que acabará com a vida na Terra, de forma que a visão do Criador possa ser, enfim, resgatada.

A Paixão de Cristo – Telecine Play

A Paixão de Cristo é o filme com tema religioso de maior bilheteria da história. Ele narra as últimas 12 horas de Jesus Cristo, que, após ser traído por Judas, é preso e levado para o julgamento de Poncio Pilatos. Sem conseguir encontrar um motivo para sua condenação, ele sofre com a pressão popular, que pede a crucificação de Jesus. Indicado a três Oscars, incluindo o de Melhor Fotografia. Dirigido por Mel Gibson, tem Jim Caviezel no papel principal.

Ben Hur – Netflix /Telecine Play

Muita gente fala mal desse novo Ben Hur, especialmente em comparação com a versão de 1959, que ganhou 11 Oscars, inclusive filme e ator (Charlton Heston). Esta está disponível para aluguel no Google Play por R$7,90. Eu sinceramente gosto bastante desse filme de 2016, estrelado por Jack Huston, e com as participações de Morgan Freeman e Rodrigo Santoro (como Jesus Cristo). O nobre Judah Ben Hur (Jack Huston) é injustamente acusado de traição e condenado à escravidão. Ele sobrevive ao tempo de servidão e descobre que foi enganado por seu próprio irmão, Messala (Toby Kebbell), partindo, então, em busca de vingança.

Eu só posso imaginar – Amazon Prime

Eu confesso que não conhecia a música I can Only Imagine. O filme conta a história de seu autor, Bart Millard (o roteiro é baseado em sua autobiografia). Bart (J. Michael Finlay, em sua estreia no cinema) é vocalista de uma banda cristã. Ele tem um relacionamento conturbado com seu pai (Dennis Quaid), que sempre o maltratou e nunca entendeu seu amor pela música. Buscando forças em sua fé, Bart resolve então eternizar sua relação em uma canção, “I Can Only Imagine”.

A Cabana – Netflix e Telecine Play

O livro é um mega best-seller. Confesso que o filme não me convenceu, mas os leitores do livro adoram. Aqui, Mack Phillips  (Sam Worthington) vive em luto após sua filha desaparecer. Evidências sugerem que ela foi violentada e brutalmente assassinada dentro de uma cabana. Anos após o crime, uma misteriosa carta o convoca para voltar ao suposto local do crime para um encontro. Lá, ele vai vivenciar experiências que mudarão sua vida.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *