fbpx

Superação: O Milagre da Fé emociona nos cinemas

Nessa época de Páscoa, normalmente vários filmes com temas religiosos, ou de fé, estreiam nos cinemas. Na verdade, esse tipo de filme praticamente se tornou um gênero no cinema. É só lembrar alguns deles como O Céu é de Verdade, o melhor de todos eles , Little Boy – Além do Impossível, Milagres do Paraíso, com Jennifer Garner, e o mais recente, O que de verdade importa. E nessa semana, chega mais um, Superação: O Milagre da Fé, que novamente conta uma história real.

Durante uma brincadeira com os amigos em uma manhã de inverno num lago congelado, o garoto John Smith, de apenas 14 anos, sofre uma queda e se afoga por mais de 15 minutos. Chegando ao hospital, John é considerado morto por mais de uma hora até que sua mãe, Joyce Smith,num desespero total, pede a Deus uma nova chance para o filho. O coração dele volta a bater, surpreendendo médicos e toda a comunidade. Mas será que ele poderá se recuperar?

A crítica

Como sempre nesses casos, não é difícil adivinhar a resposta. Só que mesmo para quem não é religioso, o filme têm outros atrativos. Mostra o poder da amizade, do amor dos pais, da dedicação dos médicos e bombeiros. E, é claro, emociona. Além disso, reconhece o valor e a importância da medicina, e questiona o porquê das escolhas de uns em vez de outros em determinadas situações. Não é uma história que pretende converter, mas sim apontar que amor e dedicação podem salvar as causas mais improváveis.

No papel da mãe dedicada está Chrissy Metz, que a gente já sabe que pode nos fazer chorar a qualquer momento por sua atuação na série This is Us. O pai é  feito por Josh Lucas. Lembra quando ele era um lindo que fazia par romântico com Reese Witherspoon em Doce Lar? É, o tempo passa para todo o mundo. Outras figuras conhecidas de séries também participam do filme como Sam Tramell (True Blood) como o médico, Mike Colter (Luke Cage) como o salvador do menino. Além deles, o filme ainda conta com Denny Haysbert (24 Horas) e Topher Grace, visto recentemente em Infiltrado na Klan.

A medicina posteriormente teve uma explicação sobre como um caso como esse pôde acontecer, pelo fato de tudo ter acontecido em água congelante. Mas, aí depende do que você acredita ou não. Pode ter sido uma sorte química, ou pode ter sido um milagre. Seja o que for que você acredita, é uma bela história.  E me fez dar uma boa choradinha (rs).

Fotos de divulgação

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *