fbpx

Stana Katic volta à TV na 3ª temporada de Absentia

Quando comecei a ver a primeira temporada de Absentia (disponível na Amazon) há três anos, foi única e exclusivamente por causa de Stana Katic. Era a primeira série dela depois de toda aquela confusão no fim de Castle, e eu sempre achei que ela era o máximo. Mas a série acabou me surpreendendo. Tensa, com um suspense contínuo, boas cenas de ação, e um personagem principal difícil de decifrar. Veio o segunda temporada, que teve um desfecho extremamente satisfatório. Poderia até ter terminado ali. Mas agora vai estrear a terceira temporada nessa segunda (13), às 22h55 no AXN, no lugar da também ótima Harrow.

Para quem não conhece, Absentia mostra a agente do FBI Emily Byrne (Stana Katic) que, durante uma perseguição a um dos serial killers mais infames de Boston, desaparece sem deixar rastros, até ser declarada como morta. Seis anos depois, ela é encontrada numa cabine em uma floresta, em situação crítica e sem nenhuma memória do que aconteceu durante os anos em que esteve desaparecida.

A terceira temporada

A terceira temporada começa logo depois dos eventos dramáticos do segundo ano, com a suspensão do FBI imposta a Emily prestes a expirar, enquanto ela se esforça ao máximo para ser a melhor mãe para o seu filho Flynn. O mundo dela desaba mais uma vez quando um dos casos investigados por seu ex-marido, Nick Durand (Patrick Heusinger), afeta diretamente a sua vida e também daqueles a quem ela ama. É uma jornada cheia de perigos que vai levar Emily para longe de Boston. Será um teste duro que irá forçá-la a aprender a confiar e amar novamente, para que ela finalmente perceba seu verdadeiro lugar no mundo, depois de tudo o que passou.

Nessa nova temporada, Absentia ganhou um novo showrunner: Will Pascoe (Orphan Black). Também há gente nova no elenco.  Geoff Bell será  Colin Dawkins,” um agente de uma organização criminosa internacional. Josette Simons fará o papel de Rowena Kincade,  como uma antiga instrutora de Quantico, que acompanhou a história de Emily desde aquele tempo – só não se sabe se ela é confiável ou não.  Além deles retornam  também Neil Jackson ( Jack), Matthew Le Nevez (Cal), Natasha Little (Agente Especial Gunnarsen), Paul Freeman (Warren) e Patrick McAuley (Flynn).

A jornada de Emily é fascinante, e Stana Katic (também produtora) está um arraso. Bem diferente da Kate Beckett, de Castle, ela passa toda a aflição de seu passado sombrio enquanto tenta fazer a coisa certa. Uma pena que não é lembrada na época das premiações. Estou mais do que pronta para embarcar nessa nova fase com ela.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *