fbpx

E agora, Jane? Como vai ser o retorno de Blindspot…

O caso de Blindspot é atípico entre séries em seu ano de estreia. Já começou com um enorme sucesso e tem crescido em audiência nos Estados Unidos. Foi renovada para uma segunda temporada após apenas sete episódios terem sido exibidos. Então para quem ainda não viu, a série retorna com inéditos no Brasil hoje (15), às 22.30, no Warner Channel, depois de um bom tempo de suspense para saber o que aconteceu com Jane (Jaimie Alexander).

Afinal, no último episódio exibido, Jane Doe (Jaimie Alexander) deu um esperado beijo em seu parceiro Weller (Sullivan Stapleton). Foi então capturada pelo vice-diretor do FBI, Tom Carter (Michael Gaston), e logo resgatada por Oscar (François Arnaud). Terminou com Jane assistindo a um vídeo de si mesma no passado, contando a verdade por trás das tatuagens e que ela é a responsável por tudo isso.

Entre as razões pelas quais a série vem dando certo é porque tem bons personagens, tramas interessantes, um casal com boa química, e a velha premissa que sempre funciona: nada nem ninguém é o que parece. Os novos episódios vão manter a dúvida. Jane é do bem ou do mal? Ela pode confiar em Oscar? E como vai ficar a química toda com Weller nessa confusão toda? Alguns rumores dizem que um triângulo vai se formar…

Segundo o produtor Martin Gero, “ela percebe agora que há um plano, mas é Oscar que tem as respostas. Por mais que se sinta desconfortável com a história toda, pelo menos agora há uma linha direta para a verdade. Além disso, ela se lembra que os dois estavam noivos. E dos sentimentos que tinha por ele. É algo bem intoxicante para alguém que se sentia perdida no escuro”

O episódio de hoje, Cease Forcing Enemy, ainda vai lidar com a situação de Patterson (Ashley Johnson) depois da perda de seu namorado David e se Zapata (Audrey Esparza) vai ou fica depois de todo o episódio da chantagem. Um novo personagem, o Inspetor Chefe Fischer (John Hodgman), será introduzido e terá várias cenas de enfrentamento com Mayfair (Marianne Jean-Baptiste).

Até agora Blindspot provou ser uma série que agrada ao público masculino e feminino. E, como em outras do mesmo estilo, é bem-sucedida a partir de personagens bem construídos, que envolvem. A história é na verdade o menos importante. E com isso, pelo menos até o momento se tornou a mais interessante das estreias do final do ano passado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *