fbpx

Depois de oito anos, aconteceu a reunião do elenco de Gilmore Girls

Ontem (6), foi uma noite inesquecível para os fãs de Gilmore Girls (exibido aqui na TV aberta com o título de Tal Mãe, Tal Filha), que estavam na cidade de Austin, nos Estados Unidos. Isso porque depois de oito anos do último episódio de suas sete temporadas ter sido exibido nos Estados Unidos, a maior parte do elenco e produtores esteve presente em um painel no ATX Television Festival, para discutir a série de tanto sucesso que estreou no ano 2000.

Para quem não conhece, ela contava a história do cotidiano da mãe solteira Lorelai  Gilmore (Lauren Graham) e sua filha Rory Gilmore (Alexis Bledel), que viviam na pequena cidade de Stars Hollow, com seus personagens bem peculiares. A série explorava diversos assuntos como família, amizades, conflitos geracionais e classes sociais. Deu também as primeiras chances para vários astros hoje reconhecidos como Jared Padalecki (Supernatural), Matt Czuchry (The Good Wife), Milo Ventimiglia (Heroes) e Melissa McCarthy (que não estava presente)

Estava muito calor no local mas foi muito bom ver Jared Padalecki sorridente e aparentemente dominando seu problema com depressão

Durante o evento, a criadora da série, Amy Sherman-Palladino, falou sobre como vendeu a ideia de uma série sobre mãe e filha, sem saber direito o que poderia sair dali. Os atores também contaram como chegaram aos papéis que foram tão marcantes em sua carreira . Lauren Graham disse que estava trabalhando em uma outra série (M.Y.O.B, que só teve 8 episódios) mas mesmo assim fez o teste e “um clique aconteceu”. Para Alexis Bledel, foi uma descoberta já que ela nem sabia ao certo que carreira seguir mas “eu sabia quem meu personagem era. Eles me fizeram retornar umas quatro ou cinco vezes, e eu consegui o papel.”

Já Jared Padalecki não foi a primeira escolha para o papel de Dean. O canadense Nathan Wetherington já havia sido escolhido quando eles resolveram que o americano Jared ficaria melhor no papel. Melissa McCarthy também não era a primeira escolha para Sooki. Amy Palladino disse que teve que brigar muito para que contratassem a atriz em vez de Alex Borstein. Além disso, Scott Patterson, que fazia Luke, não estava programado para ser parte do elenco fixo, mas os produtores viram a grande química que ele tinha com Graham e nasceu daí a história de amor cheia de idas e vindas de Luke e Lorelei.

Os presentes também fizeram uma homenagem à Edward Herrmann, que faleceu em dezembro e fazia o papel do pai de Lorelei. Eles deixaram uma cadeira vazia no palco e Sherman- Palladino lembrou que ele foi o primeiro a confirmar que estaria presente neste evento. “É uma droga que ele se foi e nós sentimos tanto a sua falta!” Bonito!

Sherman- Palladino também jogou um balde de água fria naqueles que esperavam um filme ou uma minissérie que desse um final apropriado à história mas… “Não há coisa alguma caminhando atualmente. Só que um fator positivo é que ninguém se odeia… Se um dia a oportunidade aparecer, nós vamos todos agarrá-la. E se acontecer, eu prometo que será feita do jeito certo!”

Ela ressaltou ainda que uma nova audiência acabou descobrindo a série através da Netflix. É provável que isso explique o fato que um garotinho fez a pergunta que a maioria dos fãs tem na ponta da língua: “Será que algum dia Luke e Lorelei acabaram se casando?” Ao que Lauren Graham respondeu, ” eu creio que sim”.

Um belo final!

07/06/2015