fbpx

A surpresa do escolhido dos Críticos de Los Angeles

Assim como os Críticos de Nova York, os críticos de Los Angeles mantiveram o período de janeiro a dezembro para escolher os melhores do ano. E hoje (20) foram anunciados os seus grandes vencedores. É bom lembrar que no ano passado, os críticos de Los Angeles escolheram Parasita como melhor filme e diretor. Ambos também foram os vencedores do Oscar. Será que vai ter dobradinha novamente? Acho sinceramente pouco provável.

O escolhido para melhor filme na verdade é uma série. Small Axe levou os prêmios de filme e fotografia. Na verdade são cinco filmes que contam história distintas de imigrantes em Londres nas décadas de 60 e 70. O diretor Steve McQueen trabalhou nesse projeto desde 2010. Ele escreveu e dirigiu, com Letitia Wright e John Boyega nos papéis principais. Entre os cinco filmes estão Lover’s Rock, que abriu o New York Film Festival; Mangrove que abriu o BFI London Film Festival. E ainda Education, Alex Wheatle e Red, White and Blue. Foi uma escolha surpreendente.

Entre os atores, Chadwick Boseman foi mais uma vez consagrado. Dessa vez como melhor ator por A Voz Suprema do Blues. Já começa a aparecer como favorito para o Oscar.  O melhor filme estrangeiro veio da Rússia, com Dylda, sobre duas mulheres que tentam sobreviver em Leningrado, em 1945.

A lista dos vencedores

Filme: Small Axe

Diretor: Chloe Zhao, Nomadland

Ator: Chadwick Boseman – A Voz Suprema do Blues – Netflix

Atriz: Carey Mulligan, Promising Young Woman

Ator Coadjuvante: Glynn Turman (A Voz Suprema do Blues) – Netflix

Atriz Coadjuvante: Youn Yuh-jung, MINARI

Animação: Wolfwalkers  –  Apple TV +

Documentário: Time  – Amazon

Filme Estrangeiro: Uma Mulher Alta- Mubi

Roteiro: Promising Young Woman

Fotografia: Small Axe

Montagem: The Father

Trilha Sonora/ Canção: Soul (estreia dia 25 no Disney Plus)

Design de Produção: Mank – Netflix

Prêmio Nova Geração: Radha Blank, The 40 Year Old Version – Netflix

Douglas Edwards Experimental Film Award: Her Socialist Smile

Prêmio Especial de Carreira: Hou Hsiao-Hsien e Harry Belafonte

Legacy Award: Norman Lloyd

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *