fbpx

Você ainda não conhece Nikolaj Coster-Waldau? Hummm, está perdendo muito!!!

Ele já anda por aí há muito tempo. Para se ter uma ideia, sua carreira americana começou com Falcão Negro em Perigo, de Ridley Scott (lembram?). Mas mesmo antes disso, ele já tinha uma carreira no seu país de origem, a Dinamarca,  e em outros países da Europa. Só que, para mim, precisou que muitos anos se passassem e Nikolaj Coster-Waldau participasse da série Game of Thrones para que eu reparasse nele. Aliás, não só eu, mas o mundo inteiro.

Na série ele faz o papel de Jaime Lannister, apresentado inicialmente como um vilão assassino, sem pena de tentar matar uma criança que o viu transando com a própria irmã, casada com o rei. É, a coisa é complicada, só que tanto a série como o ator não são unidimensionais. E Nikolaj aproveitou todas as oportunidades para finalmente fazer sua carreira acontecer ao dar uma certa doçura e uma bela dose de arrependimento por seus atos. Foi indicado a vários prêmios e começou a participar de vários filmes para o cinema.

Quem conseguiu tirar os olhos dele em Oblivion, com Tom Cruise, mesmo sendo uma participação pequena. Ele era um dos membros da resistência, liderada por Morgan Freeman, que finalmente conta a Tom Cruise sobre sua origem. Antes, ele já havia participado também do terror Mama. E agora, esta semana, estreia nos cinemas, Mulheres ao Ataque (foto). E quem elas planejam atacar? Nikolaj, é claro. Bobinhas não?? No filme, ele faz o papel de Mark King. Um belo dia, a namorada (Cameron Diaz) descobre que Mark é casado (com a chatinha Leslie Mann). E quando juntas elas descobrem mais um caso dele, as mulheres resolvem armar uma vingança.

Mas não é só isso. Já no ano que vem, aquilo que venho chamando de “o filme perfeito” vai estrear em fevereiro, nos Estados Unidos. A razão do apelido é porque Gods of Egypt vai juntar Gerard Butler e Nikolaj numa aventura de fantasia. Bem, na minha opinião, a história nem importa tanto – um ladrão se junta a um místico deus egípcio em uma busca aventureira. Mas ver estes dois juntos nas telas vai dar motivo para muita falta de ar não é mesmo? Rs.

Eliane Munhoz

Existem 1 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *