fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Streaming

O homem versus a força da natureza em Contra o Gelo, da Netflix

Nikolaj Coster-Waldau é motivo mais do que suficiente para eu ter vontade de ver um filme. Afinal, ele está nos meus Top 5, rs. E logo que Contra o Gelo estreou na Netflix eu comecei a assistir. Mas com pouco mais de 20 minutos de filme, percebi que haveria mortes de cachorros. Foi quando desisti dele. Agora, o meu amigo José Augusto Paulo o viu, e gostou bastante. Parece ser um belo e muito bem feito filme sobre uma história verdadeira. Mas não tive coragem de retomar. Abaixo, você pode ver a crítica:

Contra o Gelo

Já havia visto algumas fotos desse filme. Achei que seria daqueles de desafio contra a natureza que tem seu valor mas podem se tornar tediosos, se longos. Mas um conhecido dinamarquês recomendou que o assistisse, pois a história é bem conhecida na Dinamarca e verídica. Também fiquei curioso por se passar na Groelândia, um desses lugares do planeta que vemos pouco seja nas telas pequenas ou nas grandes. Amigos que a visitaram em 2017 juram que é mais do que gelo e mar, embora com uma população bem pequena para o tamanho do território.

A parte histórica

O filme cobre uma expedição organizada em 1909. O objetivo era tentar encontrar vestígios ou alguma documentação de uma outra expedição em 1906/08 que não retornou. E na época estava em jogo uma disputa territorial. Difícil crer nos dias de hoje em que satélites e outros mapeiam a superfície do planeta com facilidade. Mas naqueles anos os EUA insistiam que havia um canal marítimo que dividia a Groelândia em dois. Eles queriam que a parte norte lhes pertencesse enquanto que somente a parte sul seria dinamarquesa. Se considerarmos as baixíssimas temperaturas e outros desafios do território, a razão para que alguém desejasse incorporá-lo é uma grande questão. O objetivo da expedição de 1906 era a de mapear o norte da ilha e provar que tal canal não existia. Daí a expedição de 1909 para encontrar possíveis documentos da anterior.

A expedição foi liderada por Ejnar Mikkelsen, que já havia participado de outras aventuras nas regiões mais frias do planeta. Ele é feito por  Nikolaj Coster-Waldau (Game of Thrones). Ele também assina a autoria do roteiro, baseado em livro do próprio Ejnar, e participa da produção. O navio de Einar, o Alabama, acaba por ficar preso no gelo e ele busca um voluntário para tentar alcançar o norte por via terrestre. Iver Iversen (Joe Cole, de Peaky Blinders) , um dos tripulantes responsável pelas máquinas do navio, é o único que se apresenta. A jornada deles constitui a maior parte do filme com todos os desafios, perigos e também beleza natural que dá ao filme suas tonalidades e nuances. Os dois acabam por passar mais tempo na Groelândia do que imaginado. E sofrem todos os efeitos do longo isolamento, sob frio constante, ataques de ursos, etc.

 A Fotografia

A fotografia, como não poderia deixar de ser, é belíssima, e nem tudo é gelo nos panoramas. Maquiagem e figurinos nos deixam com aquela sensação de frio incômodo. Este, aliado a uma atuação bem pontuada, não permite que o filme se torne monótono ou que o sintamos como longo. Os momentos de suspense funcionam porque  estão dentro de uma realidade aceitável. O resultado final é um filme que vale a pena assistir, não só pelo lado humano de se enfrentar a força da natureza. Mas também como uma lembrança de um outro tempo. Uma época com outros valores e expectativas que a I Guerra, em 1914, faria praticamente desaparecer.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Premiações

Acredito que todos esses eventos da Temporada de Premiações precisam se reinventar. O politicamente correto acaba se tornando mais importante do que a melhor...

Moda

Normalmente, eu acho que é no SAG Awards que as atrizes estão mais elegantes. Não foi diferente dessa vez. Claro, há sempre os “erros...

Streaming

Eu tentei ver o primeiro episódio de Glamorous, que está na Netflix, mas achei tudo muito chato. Assim, desisti. Mas o meu amigo José...

Premiações

Neste sábado, dia 24, vai acontecer o SAG Awards 2024. Para quem não sabe, o SAG Awards é o prêmio do Sindicato dos Atores,...

Cinema

Antes da pandemia, em 2019, todo mundo estava falando sobre um “jogo” chamado Baleia Azul. Ele era um conjunto de 50 desafios diários e...

Você também pode gostar de ler

Streaming

Sabia que 2024 é o Ano do Dragão? Então a gente tem que comemorar, certo? Por isso aqui tem 6 filmes e séries com...

Streaming

Outro dia, uma seguidora me perguntou a razão pela qual Cillian Murphy, mesmo sendo tão bom ator, não tem a visibilidade de outros atores...

Streaming

Hoje, 21 de junho, começa o inverno 2023. Muita gente odeia esse tempo frio, mas eu adoro! E também adoro ver filmes e séries...

Streaming

Reese Witherspoon tem um clube de leitura de grande sucesso nos Estados Unidos. E ela, como produtora, tem comprado os direitos de vários best-sellers...

Streaming

Eu gostei muito dos lançamentos que a Apple TV Plus anunciou para este mês de abril. Além dos novos filmes e séries, também há...

Streaming

Com a estreia da última temporada de Succession hoje ( a crítica está aqui), fiquei pensando sobre diversas séries sobre famílias bem poderosas –...

Streaming

Eu adoro suspenses que se passam em locais fechados. Daqueles que as pessoas não tem como fugir, e só enfrentar o perigo. Com isso,...

Streaming

Game of Thrones sempre foi para mim um das melhores coisas que vi em televisão (talvez a melhor). Por isso, é óbvio que estava...